Loco Abreu brilha, mas Botafogo empata no CE e vê G-4 em risco

Loco Abreu brilha, mas Botafogo empata no CE e vê G-4 em risco

Loco Abreu brilha, mas Botafogo empata no Castelão

Em jogo movimentado, o Botafogo visitou o Ceará, no Estádio do Castelão, e ficou no empate, por 2 a 2. O uruguaio Loco Abreu balançou a rede duas vezes. Magno Alves e Geraldo fizeram para os donos da casa.

Com o empate, o Botafogo perde a chance de se aproximar do Cruzeiro e continua temporariamente na 4ª colocação, com 56 pontos. Já o Ceará se igualou em pontos com o Vasco, assegurando a 12ª colocação até o fim da rodada, com 45 pontos. Foi a única partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro realizada nesta quarta-feira.

O jogo começou aberto, com o Ceará tomando a iniciativa. A equipe da casa tentava com chutes de fora da área, que pouco assustavam Jefferson. Aos 11min de jogo, em um rápido contra-ataque, o Botafogo abriu o placar. Edno cruzou da esquerda, Lúcio Flávio arrematou rasteiro e Loco Abreu desviou para o fundo das redes. Foi o décimo gol de Loco Abreu na competição.

Atrás no placar, o time cearense teve que buscar o resultado, e as melhores chances saiam dos pés de Magno Alves. O atacante travava uma batalha pessoal com o goleiro botafoguense. Em duas tentativas, Magno exigiu difíceis defesas de Jefferson. Na terceira, o goleiro não resistiu. Após vacilo de Leandro Guerreiro, Magno Alves recuperou a bola no campo de ataque, invadiu a área e arrematou forte para empatar o jogo, aos 22min.

Com o empate, o Ceará cresceu no jogo e foi para cima do Botafogo. Em uma tabela rápida, Geraldo finalizou da entrada da área e acertou o ângulo esquerdo de Jefferson, marcando um belo gol.

Com a vitória parcial, o Ceará voltou para o segundo tempo mais precavido. Aos 5min, Marcelo Nicácio saiu lesionado, dando lugar ao criticado Washington. A primeira boa chance de gol na segunda etapa foi do time carioca. Lúcio Flávio cobrou falta na área e Fahel cabeceou à esquerda do gol, tirando tinta da trave de Michel Alves.

Aos 11min, o placar voltou a ficar igual no Castelão. Alessandro tocou da direita, Loco Abreu dominou na grande área e concluiu com frieza no canto direito de Michel Alves, marcando seu segundo gol na partida.

Insatisfeito com o rendimento do time, Joel trocou Fahel pelo jovem Caio. A mudança deu velocidade ao ataque do Botafogo, mas a equipe não conseguiu transformar isso em gols.

Em um rápido contra-ataque o Ceará teve uma boa oportunidade de gol. Arlindo Maracnã levantou da esquerda e Magno Alves cabeceou na trave direita de Jefferson.

Aos 41min, Caio disparou pelo meio, Michel empurrou o atacante, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Mesmo com a vantagem numérica de jogadores, o time carioca não conseguiu o 3º gol e o jogo terminou empatado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br