Loco Abreu nega inspiração em Zidane: ‘Lembrei da semifinal da Copa América’

Uruguaio cobrou, em 2007, o quarto pênalti contra o Brasil da mesma maneira

Impossível não relacionar o pênalti cobrado por Loco Abreu no segundo tempo da decisão entre Botafogo e Flamengo, no domingo, com o que Zidane bateu na final da Copa do Mundo de 2006, pela França. Impossível? Não para o próprio autor do gol que deu o título da Taça Rio e o do Campeonato Carioca ao alvinegro no Maracanã.

Segundo o uruguaio, ele se inspirou em uma cobrança dele próprio, contra o Brasil, na semifinal da Copa América de 2007. A partida, que terminou empatada em 2 a 2 no tempo normal, foi para a disputa nas penalidades. Loco Abreu foi o quarto a cobrar para a Celeste: deslocou Doni para um lado e acertou, com classe, o meio do gol. Vale lembrar que o lance aconteceu um ano após a cobrança de Zidane.

- Lembrei da semifinal da Copa América de 2007. Não menosprezei, essa é só uma forma segura que eu tenho de bater. Tem gente que solta um chutão, tem outros que batem no canto. O que importa é fazer a bola entrar. E se está entrando, está tudo bem ? afirmou.

Fonte: g1, www.g1.com.br