Londres: Brasil estreia contra o Egito e pode pegar Espanha

Em sorteio no Estádio de Wembley realizado nesta terça-feira, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, definiu os grupos

Egito, Bielorrússia e Nova Zelândia. Estes são os primeiros rivais da Seleção Brasileira na busca pela medalha de ouro inédita nas Olimpíadas de Londres. Em sorteio no Estádio de Wembley realizado nesta terça-feira, faltando 94 dias para a abertura dos Jogos, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, definiu os grupos com ajuda do ex-atacante Ronaldo, medalha de bronze em 1996. Nas quartas de final, o time de Mano Menezes poderá ter a Espanha pela frente.

A estreia da Seleção no Grupo C será em 26 de julho, em Cardiff, no País de Gales, contra o Egito. Três dias depois, a equipe canarinho pega a Bielorrússia no estádio Old Trafford, em Manchester. O último desafio da primeira fase será contra a Nova Zelândia, em Newcastle (o futebol das Olimpíadas não será só em Londres: haverá ainda partidas em Coventry e até na Escócia, em Glasgow).



Em 8 de junho, o técnico Mano Menezes diminuirá a lista de 52 para 35 nomes. E, finalmente, em 6 julho, a lista final será divulgada. Serão 15 atletas sub-23 e apenas três com idade superior a 23 anos.

Se avançar em primeiro lugar, o Brasil enfrentará nas quartas de final o segundo colocado do Grupo D, que tem Espanha, Japão, Honduras e Marrocos. Se ficar na segunda posição, a Seleção pegará o líder da chave D.

Os jogos das quartas serão no dia 4 de agosto. As semifinais serão disputadas três dias depois, enquanto a final está marcada para 11 de agosto no estádio de Wembley, em Londres.

O torneio em Londres marca o retorno de um time de futebol único da Grã-Bretanha às Olimpíadas. Medalha de ouro em 1908 e 1912, a seleção que une jogadores de Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, não disputa os Jogos há 52 anos. A expectativa é que o meia David Beckham, do Los Angeles Galaxy, seja a estrela da equipe em Londres.





Confira a lista os 52 jogadores de Mano

:

Goleiros: Diego Alves (Valencia), Gabriel (Cruzeiro), Jefferson (Botafogo), Julio César (Inter de Milão), Neto (Fiorentina), Rafael Cabral (Santos) e Renan Ribeiro (Atlético-MG).

Laterais: Adriano (Barcelona), Alex Sandro (Porto), Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Porto), Fágner (Vasco), Gabriel Silva (Novara), Galhardo (Flamengo), Marcelo (Real Madrid) e Rafael (Manchester United).

Zagueiros: Bruno Uvini (Tottenham), David Luiz (Chelsea), Dedé (Vasco), Juan (Inter de Milão), Lucas Mendes (Coritiba), Luisão (Benfica), Marquinhos (Corinthians), Romário (Internacional) e Thiago Silva (Milan).

Volantes: Allan (Vasco), Casemiro (São Paulo), Elias (Sporting), Fernandinho (Shakhtar Donetsk), Fernando (Grêmio), Rômulo (Vasco) e Sandro (Tottenham).

Meias: Bernard (Atlético-MG), Douglas Costa (Shakhtar Donetsk), Dudu (Dínamo de Kiev), Elkeson (Botafogo), Paulo Henrique Ganso (Santos), Giuliano (Dnipro), Hernanes (Lazio), Lucas (São Paulo), Oscar (Internacional) e Philippe Coutinho (Espanyol).

Atacantes: Alexandre Pato (Milan), André (Atlético-MG), Henrique (Granada), Hulk (Porto), Jonas (Valencia), Leandro Damião (Internacional), Neymar (Santos), Ronaldinho Gaúcho (Flamengo), Wellington Nem (Fluminense) e Willian José (São Paulo).

Fonte: Globo Esporte