Lucas defende Adilson e a base do São Paulo

O meia Lucas defendeu a base do São Paulo e o técnico Adilson Batista

Em má fase, admitida por ele mesmo, o meia Lucas saiu em defesa do técnico Adilson Batista, em entrevista coletiva nesta sexta-feira. Na maioria dos jogos em que esteve no comando do São Paulo, Adilson utilizou o camisa 7 como atacante, posição que não era a sua preferida.

"Primeiramente, vai embora um grande amigo nosso, cara muito bacana, competente, sério e honesto. É triste quando um amigo vai embora, mas futebol é assim. Uma hora está aqui, outra não está mais junto, e, às vezes, isso atrapalha, porque quando estamos entrosando, vai embora", afirmou Lucas.

Ainda sobre o ex-comandante, Lucas falou de forma positiva quando perguntado se Adilson teria uma conversa com ele, como fez agora o interino Milton Cruz, para corrigir o posicionamento do jogador.

"Adilson conversava também, mas quando ele estava não tinha o Luis Fabiano, então ele pedia para eu jogar de atacante. Era mais uma posição para eu poder jogar, mas ele conversava, sim", disse.

Além de Adilson, Lucas saiu em defesa dos jogadores das categorias de base do clube. Alçados ao profissional no ano passado, a geração de Lucas e Casemiro ainda não conquistou um título no profissional.

"Acredito que a base não pode ser considerada uma decepção, a responsabilidade não é toda da base. Se colocar todos, dificilmente vai dar resultado, tem de ter uma mescla, mais jovens, mais experientes, porque isso é muito importante, todo mundo se ajudando. Se ganhar não vai ser por causa da base, e se não ganhar também não vai ser por causa da base", declarou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br