Lucas sonha ser chamado hoje por Mano e se diz pronto

Lucas sonha ser chamado hoje por Mano e se diz pronto

Técnico Mano Menezes convocará a equipe que disputará o amistoso contra a Escócia no dia 27 de março, em Londres, e garoto sonha com chamado

Quinta-feira, 13 horas. Um jogador em especial do elenco do São Paulo estará com os olhos grudados na TV para acompanhar a convocação da Seleção Brasileira, que será feita pelo técnico Mano Menezes para o amistoso contra a Escócia, que será realizado no dia 27 de março, em Londres. Após brilhar no Sul-Americano sub-20, disputado no Peru, Lucas sonha em vestir a camisa amarelinha no grupo principal, ao lado de feras como Júlio César, Kaká e Robinho.

- A expectativa é grande, estou trabalhando forte nos treinos e nos jogos para esperar uma oportunidade. Espero que ela possa vir, estou ansioso. Se der certo, vou dar o meu sangue para fazer uma boa partida ? afirmou o garoto que, se for chamado, desfalcará o Tricolor no clássico contra o Corinthians, pelo Campeonato Paulista, marcado para o mesmo dia do amistoso.

Apesar de estar com apenas 18 anos, Lucas acredita que já tem condições de jogar na seleção principal.

- A passagem pela seleção sub-20 me fez evoluir bastante. No São Paulo, também pude enfrentar adversários qualificados, tanto no Campeonato Paulista como no Campeonato Brasileiro. Eu me considero pronto e vou procurar agarrar essa chance ? ressaltou.

Uma possível convocação para a Seleção Brasileira coroaria ainda mais a ascensão meteórica do camisa 7 na carreira. No início de 2010, ele era apenas uma promessa das categorias de base. Seis meses depois, foi promovido ao time principal e, com entrada do técnico Sérgio Baresi no comando, virou titular. Rapidamente tornou-se unanimidade dentro do grupo e virou o xodó do torcedor são-paulino. Tamanho crescimento foi reconhecido pela diretoria, que renovou o seu contrato até 2015 e lhe deu um generoso aumento salarial. Hoje, quem quiser tirar o meia do Tricolor tem de pagar ? 80 milhões (cerca de R$ 180 milhões). Mesmo com tantas mudanças, o jogador continua com os pés no chão.

- Ainda tenho muito para conquistar. Preciso construir minha história no São Paulo. Não tenho nem um ano na equipe principal. Quero ganhar títulos e marcar meu nome com o torcedor ? ressaltou.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com