Lúcio critica Felipe Melo e rebate presidente da CBF

Zagueiro comenta que para jogar na seleção, um jogador independe da sua idade e disse que é preciso ter futebol

Pela primeira vez desde a eliminação brasileira na Copa-2010, na última sexta-feira, para a hoje finalista Holanda, um jogador da seleção veio a público para criticar o cartão vermelho recebido pelo volante Felipe Melo, que deixou o time desfalcado quando já perdia por 2 a 1.

Em entrevista concedida para o jornal "Correio Braziliense", publicada na terça-feira, o zagueiro e capitão da equipe Lúcio disse: "Dependendo da forma como acontece uma expulsão, você sempre contesta. Mas para a dele não temos uma justificativa do porquê de ter feito aquilo. É difícil jogar com um jogador a menos. A pressão de estar sendo eliminado passa pela cabeça de todo mundo. Isso não justifica o fato de acontecer a expulsão da forma que foi."

Questionado sobre as afirmações do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que pregou uma renovação urgente no time nacional para o Mundial de 2014, o defensor da Inter de Milão, atualmente com 32 anos, disse: "Para jogar na seleção brasileira, um jogador independe da sua idade. É preciso ter futebol. Se estiver bem fisicamente, qualquer um pode ser convocado".

Sobre um eventual destempero do técnico Dunga no banco de reservas, também citado por Teixeira, Lúcio argumentou: "O grupo não se deixou influenciar pelo nervosismo dele contra a Holanda. Todos da equipe confiavam muito no seu trabalho, e isso era recíproco".

Fonte: Folhapress