Lulinha dá vitória ao Corinthians

O Timão até que começou melhor. Saci e Wellington, as caras novas da equipe, eram os que mais ameaçavam

Ainda longe de empolgar, o Corinthians conseguiu a sua primeira vitória neste Campeonato Paulista neste domingo (25). Jogando para o gasto, o Timão fez 1 a 0 no Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedi (novo nome do Marcelo Stéfani), em Bragança Paulista. Lulinha, que não balançava a rede desde fevereiro do ano passado, foi o responsável pelo resultado com um gol no início do segundo tempo.

Com três mudanças em relação ao primeiro jogo ? o empate em 2 a 2 com o Barueri ?, o Corinthians que enfrentou o Bragantino também não animou. Machucados, Douglas e Jorge Henrique deram lugar para Wellington Saci e Otacílio Neto. Pouco antes da partida, o técnico Mano Menezes ainda sacou Túlio para a entrada de Lulinha.

O Timão até que começou melhor. Saci e Wellington, as caras novas da equipe, eram os que mais ameaçavam. Aos 7 minutos, o atacante completou um cruzamento de cabeça e assustou a defesa do Bragantino. Já o meia arriscava chutes de longa distância, levando perigo. Os donos da casa pareciam só assistir. Sem inspiração e sem qualidade, o Braga não exigiu muito da marcação corintiana.

O caminho estava livre para o Timão atacar. Otacílio teve chance, mas perdeu; Souza teve o gol na sua frente, mas errou... Tudo parecia encaminhado para mais um empate.

LULINHA, QUASE UM ANO DEPOIS

o segundo tempo, logo no começo uma cena que o torcedor corintiano já estava desacostumado. Aos 2 minutos, Otacílio Neto tocou de calcanhar para Alessandro, que rolou para Lulinha completar e acertar o alvo. O meia, rotulado por muitos de eterna promessa, não balançava as redes desde 17 de fevereiro do ano passado. Foi só o quarto gol dele em 73 partidas com a camisa corintiana. O curioso é que a sua última vez tinha sido justamente contra o mesmo Bragantino, no empate de 1 a 1, no Morumbi, pelo estadual.

Após o gol, as chances continuaram. Como o Braga não ia para cima, só o Corinthians jogava. Era tarde para golear, mas a bola insistia em não entrar mais. Otacílio Neto continuou como boa opção, Souza arriscou uma bicicleta, mas ficaram todos no quase.

Mano fez três trocas ? Lulinha por Túlio, Wellington Saci por Eduardo Ramos e Otacílio por Diogo , só que o ritmo do jogo foi o mesmo até o fim: o Bragantino assistindo e o Corinthians, ainda criando pouco, e errando o alvo. Do outro lado, Paulinho Kobayashi (aquele!) entrou como esperança, mas seus 39 anos não deixaram ajudar muito.

Com a vitória, o Timão foi a quatro pontos e o Bragantino ficou nos três. Na próxima rodada, o Corinthians receberá o Botafogo, na quarta-feira, e o Braga visitará a Portuguesa, quinta.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com