Anderson Silva supera Nick Diaz com vitória por pontos no UFC e afasta fantasmas

Depois de 13 meses da fratura que sofreu contra Chris Weidman


O palco era o mesmo da cena mais chocante do UFC, mas agora, Anderson Silva conseguiu mudar sua história no MGM em Las Vegas. Depois de 13 meses da fratura que sofreu contra Chris Weidman, o Spider mostrou contra Nick Diaz porque ainda pode ser apontado como o maior de todos os tempos.

Em um show de MMA, o mesmo com que o público ficou acostumado nos tempos em que era campeão dos médios, Anderson superou toda marra e provocação do norte-americano e conseguiu uma rara vitória por pontos, o que não acontecia desde 2010, quando derrotou Demian Maia. Com essa vitória tranquila sobre Nick Diaz, Anderson Silva deve retomar o caminho do cinturão dos médios do UFC.

Dana White até tinha prometido a ele uma luta pelo título em caso de vitória, mas com a nova lesão do campeão Chris Weidman e o consequente adiamento de sua luta com Vitor Belfort, a categoria está novamente estacionada. Mas o Spider retoma o caminho das vitórias, após duas derrotas consecutivas em 2013. Em 19 lutas do UFC, desde que estreou no evento em 2006, com 17 vitórias. Ele ainda tem a maior série invicta da franquia (16 lutas), e o maior número de defesas consecutivas de cinturão (10 vezes).

A LUTA

Nick Diaz começou sendo Nick Diaz. O norte-americano provocou Anderson de maneiras nunca vista no UFC. Além de danças e xingamentos, ele chegou a deixar no chão no octógono. Anderson parecia ainda sentir a luta, mas foi para cima no final do round e acertou boas sequências.

O Spider pareceu ter encontrado seu ritm de luta do segundo round. Diaz até continuou provocando, mas Anderson não esperou mais para a atacante. Seus jabs passaram a entrar na guarda do rival, mas o grande golpe do período foi um chute muito forte do brasileiro na costela de Nick.

Anderson passou a usar sua maior envergadura para manter a distância de Nick Diaz, com pisões no joelho, chutes frontais e sequências de diretos longo. Ele foi minando a confiança de dias dessa maneira. No período seguinte, o brasileiro parecia procurar o golpe perfeito para conseguir o nocaute, que não veio.

Nick Diaz voltou para o round final para provocar novamente e tenta tirar da concentração. Mas deu muito errado, porque foram os 5min em que o brasileiro mais estava focado. Anderson continuou usando as sequências e não caiu na marra do rival. Era o suficiente para o brasileiro garantir sua vitória por pontos.

Fonte: Uol