Com o rosto desfigurado, lutador brasileiro comemora estreia vitoriosa

Invicto no MMA há 17 lutas, o atleta da Chute Box Diego Lima saiu do combate com o olho bastante inchado e se disse surpreso com a resistência do adversário.

O brasileiro Thomas Almeida estreou com o pé direito no Ultimate. O peso-galo derrotou o americano Tim Gorman na decisão unânime dos jurados (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28) e ainda levou o prêmio de “Luta da Noite”, embolsando mais US$ 50 mil (cerca de R$ 125 mil) pela performance. Depois do duelo, ele confessou que sentiu um pouco o peso da estreia. Logo no primeiro round, Thominhas foi surpreendido por um jab e foi quedado por Gorman, que deu início a um ataque no jogo de solo. Após se defender de uma tentativa de mata-leão, no entanto, o brasileiro passou a impor o ritmo do combate e garantiu a vitória. E ele garante que estreia no octógono foi do jeito que esperava:

- Fiquei muito feliz com o meu desempenho. Estranhei um pouco, logo no começo da luta, a estreia, mas depois consegui mandar bem. Eu queria segurar ali, defender as quedas e colocar o meu jogo, que é a trocação, mas foi uma estreia do jeito que eu esperava. Me saí bem, era o que eu queria mesmo.

Invicto no MMA há 17 lutas, o atleta da Chute Box Diego Lima saiu do combate com o olho bastante inchado e se disse surpreso com a resistência do adversário. Essa foi a primeira vez que uma luta sua foi para a decisão dos juízes:

- Eu achei que ele cairia mais rápido. O Tim aguentou bastante, foi um teste muito bom para mim. Foi bom, estou bem no gás, consegui soltar até o final, foi bem importante. Agora quero lutar, ganhar experiência, andar passo a passo e trabalhar. Foi um presente para mim, foi muito gratificante poder estrear contra um estrangeiro no meu país. Estou muito realizado.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Sport TV