Em entrevista, Mike Tyson revela que sofreu abuso sexual quando tinha sete anos

Tyson teve uma infância bastante conturbada, e vários momentos críticos foram descritos na autobiografia do boxeador

Mike Tyson revelou mais um episódio dramático de sua infância em entrevista a uma rádio americana. Em determinado momento da conversa, o ex-pugilista revelou que foi abusado sexualmente por um estranho quando tinha apenas 7 anos de idade. Na época, traumatizado com o episódio de violência, não contou a ninguém o que tinha acontecido nem registrou queixa na polícia.

- Ele me pegou na rua. Eu era um garotinho... Ele era um homem mais velho. Ele me intimidou, abusou sexualmente de mim, essas coisas. Nunca mais o vi. Eu segui em frente com a minha vida. Não sei se isso mudou algo em mim ou não. Às vezes eu me lembro, às vezes não. Mas não me sinto humilhado ou envergonhado de falar sobre isso – disse, em entrevista ao programa "Opie Radio", da Sirius XM.

Tyson teve uma infância bastante conturbada, e vários momentos críticos foram descritos na autobiografia do boxeador, “A verdade incontestável”. Tyson nasceu no Brooklyn em 1966 e nunca conheceu o homem que consta como pai em sua certidão de nascimento.

Seu pai biológico também quase não tinha contato com a família. Na época em que Tyson tinha sete anos, sua mãe perdeu o emprego na Casa de Detenção de Mulheres, em Manhattan, e a família passou por sérias dificuldades financeiras. Foi então que Tyson envolveu-se em pequenos crimes, aproveitando-se de seu porte pequeno para atravessar janelas e roubar o que estivesse ao alcance das mãos.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte