Lutador experiente, Lyoto acredita que Belfort vai tirar o cinturão de Weidman

Lyoto ressaltou que se a luta caminhar para muitos rounds, o poderio de Belfort diminui e as chances do gringo aumentam.

Lyoto Machida, um dos mais experientes lutadores do UFC, tem total certeza que de Vitor Belfort irá conseguir tirar o título de peso-médio do americano Chris Weidman na luta que acontecerá no mês de fevereiro do próximo ano com um local ainda não definido.

Para o último derrotado pelo campeão – no UFC 175, em julho –, Vitor pode até vencer por nocaute, no início da tão aguardada luta, que era pra acontecer no dia 6 de dezembro, mas foi adiada por conta de uma fratura na mão esquerda de Weidman. Apesar da confiança no compatriota, Lyoto ressaltou que se a luta caminhar para muitos rounds, o poderio de Belfort diminui e as chances do gringo aumentam.

- O Weidman com o Vitor é uma luta dura para os dois lados. Acredito que o Vitor tem a chance dele de nocautear o Weidman, principalmente no início da luta. Mas acredito que com o tempo não é o melhor amigo do Vitor. É normal o cara que luta muito tempo em pé perder mais força, o golpe já não é mais potente com o decorrer da luta, coisa que o lutador de wrestling consegue segurar um pouco mais, segurando você no chão e pontuando mais - afirmou Lyoto, que vai fazer a luta principal do UFC Barueri, em 20 de dezembro, contra o americano CB Dollaway.

Machida também não se furtou de comentar a sugestão dada por Belfort, em entrevista ao Combate.com. Irritado com o adiamento da sua luta pelo cinturão, o carioca sugeriu a criação de um título interino da categoria. O baiano não é a favor.

- É a primeira vez que o Weidman está dizendo que não pode lutar, que ele está machucado. Não há a necessidade de fazer um cinturão interino. Talvez num próximo embate se ele se machucar seguidamente tem de haver um cinturão interino, mas não há motivos agora.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte