Pitbull vence Pat Curran em decisão unânime de jurados no MMA

Patrício Pitbull entrou em ação na noite desta sexta-feira


Se corre o risco de ficar sem nenhum cinturão no UFC, o Brasil pode comemorar agora o posto de país com mais títulos na segunda competição mais importante do mundo do MMA, o Bellator. Tudo graças a Patrício Pitbull, que entrou em ação na noite desta sexta-feira e venceu a revanche contra Pat Curran na decisão unânime dos jurados (48-47, 49-46, 49-46) para se tornar o campeão da categoria dos pesos penas. Além do cinturão de Pitbull, o Brasil tem outros dois no Bellator: Douglas Lima (meio-médios) e Eduardo Dantas (penas).

O número é o mesmo dos Estados Unidos, mas dois dos três títulos norte-americanos são interinos: os de Joe Warren, justamente nos pesos pena de Dantas, e Will Brooks, nos leves. Só Emanuel Newton, nos meio-pesados é campeão definitivo. A Rússia é quem tem o título das outras duas categorias, com Vitaly Minakov nos pesos pesados e Alexander Shlemenko nos médios. O cinturão ainda coroa a belíssima trajetória de Pitbull no Bellator.

O brasileiro já tinha ganhado duas vezes o torneio dos pesos penas e tem agora 10 vitórias e apenas duas derrotas na organização - são 22 triunfos e apenas dois revezes na carreira. Para deixar um gostinho ainda mais especial, Curran é um verdadeiro desafeto de Pitbull. Os dois começaram a se desentender depois do primeiro encontro, com o brasileiro reclamando bastante da divisão dividida dos jurados que deixou o norte-americano como campeão.

"É um sonho virando realidade. Estou esperando isso por muito tempo. Só tenho que agradecer ao meu time, ao meu irmão e a todo mundo pela vitória. Tenho que agradecer ao Pat Curran pela guerra. Foi uma das lutas mais difíceis da minha carreira. Por sorte, estou inteiro, só com alguns arranhões", disse Pitbull após a luta.

Saiba mais sobre esportes no meionorte.com

 

Fonte: ESPN