"Tenho atritos com o Dana White, não sou fácil de lidar", afirma Anderson Silva

Anderson Silva, o Spider afirmou em entrevista que tem suas divergências com o presidente do UFC

Anderson Silva, o Spider afirmou em entrevista que tem suas divergências com o presidente do UFC, Dana White mas que na maioria das vezes, o lutador é vencido no cansaço.

- O que quero do UFC é o que sempre tive: o carinho, o respeito do Dana e de todas as pessoas que trabalham lá. O UFC é uma grande família, que está crescendo a cada dia mais. É uma coisa que eu já tenho. Me sinto parte dessa família. Tenho meus arranca-rabos com o Dana. Não é muito fácil às vezes, porque não sou uma pessoa fácil de se lidar. Mas adoro o Dana e acredito muito que a gente tem um respeito grande um pelo outro - disse

- Sou meio chato, meio ranzinza. Para algumas coisas, eu sou meio que mula empacada. Quando eu empaco numa parada, vou até o final. Só que ele me vence no cansaço, né cara? E ele consegue me entender. Tem vezes em que eu ganho do Dana, mas na maioria das vezes ele me ganha no cansaço.

 Uma dessas negociações em que Dana "venceu" foi em relação ao duelo de boxe que o Spider queria - e ainda quer - fazer contra Roy Jones Jr, mas o presidente do UFC descartou a ideia. Quanto à revanche contra Chael Sonnen, ocorrida em 2012, o brasileiro admite que ela foi muito importante para o MMA, apesar de na época ter resistido ao máximo:

- Acho que a revanche contra o Sonnen tinha que ter acontecido mesmo. Ficou na história. Quando houve essa polêmica toda sobre a revanche, o Dana falou o quanto isso seria importante. E foi, então tenho que dar razão a ele. Foi uma coisa que marcou. A experiência dele me ajuda muito, e a relação que a gente tem é muito boa. É normal, nem sempre você vai concordar com o patrão e nem sempre você vai ser um funcionário exemplar.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte