Werdum finaliza Cain Velásquez e ganha o cinturão dos pesos-pesados

Depois de perder o 1º round, Werdum voltou melhor para o 2º.

Chocar o mundo se transformou em rotina na vida de Fabricio Werdum. Vencer Fedor Emelianenko por finalização já havia mostrado isso. Nocautear um campeão do K-1, como fez com Mark Hunt, também impressionou. Mas, na madrugada deste sábado para domingo, sendo azarão contra Cain Velásquez, ele deixou claro que é bom jamais duvidarem dele. A chance de errar costuma ser grande. Aos 2m13s do terceiro assalto, com uma justa guilhotina que envolveu o pescoço do americano ao mesmo tempo que o sorriso tomava conta do rosto do gaúcho, o Vai Cavalo unificou os cinturões dos pesos-pesados (até 120kg) e se tornou o 10º brasileiro a conquistar o título linear da organização.

Depois de perder o primeiro round, Werdum voltou melhor para o segundo e castigou o americano com seus socos e joelhadas. O córner de Velásquez sugeriu que a estratégia mudasse e o lutador buscasse a queda. Sorte do brasileiro, que tem no jiu-jítsu sua melhor ferramenta.

- Quero agradecer a todos, vamos respeitar Cain Velásquez, eu respeito. Queria agradecer meu país, Brasil, minha equipe, família, estou muito feliz, foi uma luta duríssima e com certeza teremos revanche. Treinei muito a guilhotina para defender essa queda. Eu represento o Brasil esse cinturão é para todos vocês - afirmou Werdum, ainda no octógono.

Image title

Image title


Fonte: Globo