Luxa diz que já esperava "cacetada" no Flamengo

Treinador considerou resultado "natural" e voltou a lamentar empate com o Figueirense

O técnico Vanderlei Luxemburgo disse estar tranquilo após a primeira derrota do Flamengo no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro foi goleado em casa pelo Atlético-GO, nesta quinta-feira (18), por 4 a 1. Luxa afirmou que já esperava que a perda de invencibilidade da equipe na competição seria com uma derrota como essa.

- Quando perdesse, a gente sabia que ia perder de uma maneira feia. Normalmente quando você está bem acontece uma derrota dessa, que chega para você colocar os pés no chão novamente. Não tenho o que lamentar, reclamar, nem falar nada de ninguém.

Para o treinador, nenhuma equipe consegue se manter no topo por muito tempo e, por isso, considerou natural a "cacetada" sofrida pelo Rubro-Negro.

- Existe uma tendência à queda. Você não consegue se manter oito, dez meses no topo. Você começa a achar que as coisas vão acontecer naturalmente e vai lá e toma uma cacetada. O que aconteceu é futebol, é natural. O jogador não é máquina. Você acha que pode decidir a qualquer momento, toma uma cacetada dessa e volta ao normal.

Luxa disse que seu trabalho no Flamengo tem que ser avaliado desde o início, e não apenas por conta do resultado contra o Atlético-GO.

- Nosso trabalho é um trabalho de oito meses, com apenas uma derrota e agora levamos a segunda. Esse sim é o nosso trabalho, ele que deve ser avaliado.

O treinador apontou uma "relaxadinha" da equipe como possível motivo para a goleada sofrida no Engenhão, mas ressaltou que o Atlético-GO venceu por seus próprios méritos.

- É muito difícil explicar, depende sempre do momento. É muito difícil se manter concentrado durante todos esses jogos e todo esse desgaste. É mais virtude do adversário, porque o posicionamento continua o mesmo. Mas aí você dá uma relaxadinha, acha que não vai acontecer e, nesse momento, acaba caindo.

Com a derrota, o Flamengo viu o Corinthians se distanciar na liderança, abrindo três pontos de vantagem. Ainda assim, Luxemburgo voltou a lamentar o empate contra o Figueirense, no último domingo (14), que poderia ter dado a liderança ao Rubro-Negro.

- Claro que faz falta uma derrota dessa, mas falta muito campeonato ainda. Foi pior no jogo contra o Figueirense, que nós deixamos eles empatarem. Hoje nós deixamos o Corinthians passar à frente, com três pontos e duas vitorias a mais. Ficou um pouco complicado, mas tem muito pela frente. É ver, sofrer, ficar chateado, mas ir pra casa e começar a pensar no próximo jogo.

Fonte: R7, www.r7.com