M. Leite entra, marca e dá vitória ao Palmeiras contra Bragantino

O Palmeiras saiu na frente do placar com o zagueiro Leandro Amaro aos 6min do primeiro tempo

Tudo se encaminhava para uma estreia amarga para o Palmeiras, que não havia conseguido mostrar muita evolução em relação ao ano anterior. Contudo, o atacante Maikon Leite saiu do banco de reservas aos 37min e, dois minutos depois, marcou de cabeça o gol que decretou a vitória alviverde por 2 a 1 sobre o Bragantino neste domingo, no Estádio Nabi Abi Chedid, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

O Palmeiras saiu na frente do placar com o zagueiro Leandro Amaro aos 6min do primeiro tempo, mas abusou dos erros tanto na defesa quanto no ataque e não conseguiu ampliar. O Bragantino aproveitou e buscou o empate aos 15min do segundo tempo, com Wellington cobrando pênalti. Maikon Leite, contudo, evitou o fracasso alviverde depois de aparecer bem na área e escorar de cabeça depois de cruzamento de Valdivia.

Palmeiras inicia 2012 como reflexo de 2011

Com apenas com um dos quatro reforços em campo (o lateral esquerdo Juninho), o Palmeiras demonstrou dificuldades no setor ofensivo, que tinha Luan e Ricardo Bueno compondo a dupla de ataque. No entanto, perigo real de gol a equipe que foi orientada à beira de campo por Flávio Teixeira, o Murtosa (Luiz Felipe Scolari cumpriu suspensão), só conseguiu a partir dos pés do volante Marcos Assunção, em cobranças de bola parada.

Foi assim que os palmeirenses abriram o placar contra o Bragantino logo aos 6min do primeiro tempo. O veterano meio-campista cobrou escanteio da direita e Leandro Amaro apareceu livre na área para cabecear bem e abrir a contagem em Bragança Paulista.

O time da capital, porém, não soube tirar proveito da vantagem no marcador para aumentar a vantagem e ter tranquilidade no decorrer da partida. Enquanto a defesa não conseguia passar segurança para afastar cruzamentos na área de Bruno, o ataque encontrava dificuldades para criar jogadas ou finalizar com qualidade quando as oportunidades apareciam, invariavelmente originadas por Valdivia.

Assim, quem acabou se destacando foi Bruno, que retornou ao Palmeiras após passagem rápida pela Portuguesa. O camisa 22 fez boas defesas quando exigido, especialmente em cabeçadas, e manteve o 1 a 0 ao longo do primeiro tempo. A vantagem dos visitantes, contudo, desapareceu aos 15min, quando o lateral Cicinho cometeu pênalti em Léo Jaime; Wellington cobrou no canto e empatou para o Bragantino.

Torcida vaia time, mas M. Leite entra e define vitória:

O gol sofrido acordo o Palmeiras, que passou a ser mais perigoso no ataque. Ricardo Bueno, porém, perdeu grande chance depois que recebeu passe de Valdivia e, livre na grande área, chutou em cima do goleiro Rafael aos 17min. Dois minutos depois, o meia chileno obrigou o arqueiro do Bragantino a fazer boa defesa após desviar de cabeça uma falta cobrada por Assunção.

Ainda antes do fim da partida, o time palmeirense ouviu as primeiras críticas da torcida em um jogo oficial. Ricardo Bueno deixou o campo sob vaias aos 23min para a entrada do atacante Fernandão, que tampouco conseguiu fazer a diferença e recolocar os pupilos de Felipão em vantagem. Quem resolveu foi Maikon Leite, que entrou aos 37min no lugar de um apagado Tinga e, de cabeça, decretou a vitória do Palmeiras aos 39min.

O Palmeiras reencontra a torcida na próxima quarta-feira, quando terá pela frente a Portuguesa, em partida programada para as 22h (de Brasília) no Pacaembu. No mesmo dia, mas às 17h, o Bragantino desafia a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas

Ficha técnica

BRAGANTINO 1 x 2 PALMEIRAS

Gols

BRAGANTINO: Wellington (de pênalti), aos 15min do 2º tempo

PALMEIRAS:

Leandro Amaro, aos 6min do 1º tempo, e Maikon Leite, aos 39min do 2º tempo

BRAGANTINO: Rafael; Murilo Henrique, André Astorga e Luís Henrique; Victor Ferraz, Serginho, Wellington, Fernando Gabriel (Júnior Lopes) e Léo Jaime; Romarinho (Paulo Roberto) e Giancarlo (Bruno)

Treinador: Marcelo Veiga

PALMEIRAS: Bruno; Cicinho, Henrique, Leandro Amaro e Juninho; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Tinga (Maikon Leite) e Valdivia (Chico); Luan e Ricardo Bueno (Fernandão)

Treinador: Murtosa

Cartões amarelos

BRAGANTINO: Murilo Henrique, Wellington, Serginho, Luís Henrique e Paulo Roberto, Júnior Lopes

PALMEIRAS: Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Maikon Leite

Árbitro

Leandro Bizio Marinho

Local

Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)


M. Leite entra, marca e dá vitória ao Palmeiras contra Bragantino

Fonte: Terra