Maicosuel reencontra o Fla e admite: "Estou meio amarrado""

Antes do reencontro, meia do Botafogo não esquece lesão que o impediu de disputar decisão

Mesmo em pouco tempo no clube, Maicosuel conseguiu assimilar e incorporar o espírito do Botafogo. E no pacote está a rivalidade com o Flamengo. Na última vez em que enfrentou este adversário, no dia 26 de abril de 2009, ele sofreu uma grave lesão muscular que o obrigou a deixar o campo no primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca e, em seguida, ver o Alvinegro ficar com o vice. O reencontro será neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Desde o último clássico que disputou contra o Flamengo, Maicosuel teve uma rápida passagem pelo futebol da Alemanha até retornar a General Severiano com status de ídolo. No entanto, sofreu uma lesão nos ligamentos do joelho esquerdo em setembro do ano passado. Após oito meses afastado do gramado, não vê a hora de disputar o clássico novamente para tentar refazer o final da história.

- Realmente estou meio amarrado com eles. Fica aquele gostinho por não ter terminado a história. Mas será um jogo totalmente diferente e o mais importante é a vitória - disse Maicosuel, que, em 2009 se machucou quando o Botafogo vencia por 2 a 1 o primeiro jogo da final. Depois, o Rubro-Negro empatou.

O camisa 7 admitiu sentir uma motivação especial no reencontro com o Flamengo. Além da rivalidade, Maicosuel tem como combustível a boa atuação e o gol marcado no último domingo, quando o Botafogo venceu por 3 a 1 o Coritiba, no Engenhão.

- Marcar aquele gol foi uma sensação fantástica. Agora, vai ser muito bom jogar um clássico. É sempre um momento marcante, pois nessas horas a gente vê quem realmente pode - destacou.

Maicosuel se diz mais leve depois de ter aberto o caminho para a vitória sobe o Coritiba, num momento em que sentia o desconforto por ainda não ter marcado um gol em partidas oficiais desde que se recuperou da grave lesão.

- Cheguei a conversar com a psicóloga, porque estava incomodado por não marcar gols. Ainda bem que ele saiu, pois tira um pouco o peso. Agora tomara que seja alegria para o Botafogo, depois da vitória sobre o Coritiba. Nossa tendência é crescer.



Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com