Manifestantes protestam em frente ao hotel da Seleção em Goiânia

Cerca de 40 pessoas levam faixas e gritam palavras de ordem. Policiais tentam interferir e acontece pequeno confronto, rapidamente contornado

Se a atmosfera era de apoio irrestrito à seleção brasileira desde a chegada a Goiânia, o clima começou a mudar um pouco na manhã desta terça-feira. Um grupo de manifestantes se colocou à frente do hotel onde o grupo está concentrado, na zona Oeste da cidade. Com faixas e gritando palavras de ordem, cerca de 40 pessoas protestam com pedidos por melhorias na saúde e educação. A polícia tentou interferir, houve confronto, e um membro do grupo chegou a ser imobilizado. A situação foi controlada minutos depois.

A manifestação começou de forma pacífica. Os manifestantes se colocaram no canteiro central da Avenida República do Líbano, uma das principais da região. O número de participantes foi crescendo, e começaram os gritos de protesto como pedidos por melhorias na educação e na saúde, "Acorda, Neymar!" e "Abaixo à repressão". Os policiais militares tentaram afastar o grupo para a calçada oposta ao hotel, e o clima esquentou.

Muitos se negaram a ceder posição e houve discussão. Policiais rasgaram faixas, um dos integrantes do grupo foi imobilizado com uma gravata com cassetetes. Houve pequeno conflito, mas em seguida os ânimos se acalmaram. Alguns sentaram no canteiro central para marcar posição, e outro grupo foi reposicionado na calçada oposta ao hotel. O trânsito na região ficou complicado.


Manifestantes protestam em frente ao hotel da Seleção em Goiânia

Manifestantes protestam em frente ao hotel da Seleção em Goiânia

Fonte: GloboEsporte