Mano fala das derrotas de Tite para rebater críticas à defesa do Timão

Após três derrotas seguidas, técnico não acredita que culpa deva recair sobre o sistema defensivo. Tropeços do ano passado viram argumento

O Corinthians sofreu oito gols nos últimos três jogos, que levaram a equipe a uma sequência de três derrotas consecutivas, para São Bernardo, Santos e Ponte Preta. O técnico Mano Menezes não acredita que a culpa seja do esquema tático e da defesa supostamente desguarnecida. Ele citou derrotas expressivas da ?era Tite? para exemplificar a queda de produção do Timão desde 2013.


Mano cita derrotas de Tite para rebater críticas à defesa do Timão

? O time já teve dificuldade no ano passado, com outro jeito de jogar, ou vocês não se lembram dos 4 a 0 para a Portuguesa? O sistema era rígido, seguro, mas também tomava gol. Veio aqui (Campinas) e tomou 2 a 0 também. Ah, mas o Mano abriu demais, está vulnerável... Hoje não foi porque a defesa estava aberta, mas sim por falta de posicionamento e equilíbrio ? argumentou, lembrando tropeços do Timão no Brasileiro do ano passado.

Após a derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta, neste domingo, Mano negou que os jogadores não estejam entendendo o novo esquema tático utilizado pelo Corinthians. Em Campinas, a equipe atuaria no 4-4-2, com Romarinho no meio-campo, mas em diversas vezes oscilou para o 4-3-3. Alguns jogadores pareciam perdidos, sem saber onde deveriam permanecer.

? Não temos falta de entendimento, mas sim dificuldade de execução. Isso acontece em determinadas fases. Em muitos momentos conspirava a favor, agora tudo conspira contra. Se há uma tendência de simplificar, falo com conhecimento de causa, não é pelo sistema tático ? completou.

O Timão tem dois desfalques certos para a partida da próxima quarta-feira, contra o Bragantino, às 22h (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu. Os zagueiros Gil e Paulo André, expulsos, estão suspensos, e deverão dar lugar a Cléber e Felipe.

Fonte: GloboEsporte