Mano e Neymar reclamam de violência dos costa-riquenhos

Mano e Neymar reclamam de violência dos costa-riquenhos

"Eu acho que a Costa Rica fez o que se propôs, que foi marcar", disse Mano.

O Brasil venceu a Costa Rica por 1 a 0, mas apanhou. O lateral direito Fábio teve que ser substituído após levar uma pancada no primeiro tempo. O goleiro Júlio César se queixou de ter levado uma cotovelada num lance de escanteio. E o lateral direito Mora, da Costa Rica, foi expulso por falta violenta em Jonas.

"Eu acho que a Costa Rica fez o que se propôs, que foi marcar, armar duas linhas de quatro, ficar sempre atrás na linha da bola, mas exagerou um pouco nas faltas", reclamou o técnico Mano Menezes, após o jogo. Ronaldinho saiu do sério após sofrer falta violenta de Saborio.

O atacante Neymar também se queixou da violência de seus adversários costa-riquenhos. "Se vai ter mais espaço para jogar contra o México eu não sei, mas espero que tenha menos porrada", disse o santista no caminho entre o estádio e o ônibus. A seleção viajou imediatamente após o jogo para Torreón, onde enfrenta o México.

Na partida contra os mexicanos, Mano Menezes deve escalar seu "time ideal", com Júlio César, Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho e Ronaldinho; Lucas, Neymar e Fred. O jogo será na terça-feira, às 22h30 de Brasília.

Fonte: Folha.com