Mano fala da relação de Ronaldo com o cigarro

Mano fala da relação de Ronaldo com o cigarro

Técnico rebate especulações de que esse vício esteja atrapalhando o rendimento do atacante

O técnico Mano Menezes não reprova um dos hábitos de Ronaldo: fumar. Embora tenha afastado o atacante da partida contra o Independiente Medellín para que ele se recupere fisicamente e demonstre mais motivação, o comandante do Corinthians ficou irritado com algumas das especulações sobre a queda de rendimento.

"O Ronaldo fumou a vida inteira. Por que isso agora? Alguém está contando os cigarros dele, se são dois a mais ou a menos?", esbravejou Mano Menezes. "Não temos nenhum problema no Corinthians que não seja técnico ou tático."

Antes da vitória desta quarta-feira, que garantiu a sua equipe com a melhor campanha da etapa de grupos da Copa Libertadores da América, Mano já havia falado abertamente sobre a má fase de Ronaldo. O técnico reuniu estatísticas para poder cobrar o jogador, que marcou cinco gols em 14 jogos disputados na temporada (em 2009, ele precisou do mesmo número de partidas para anotar o dobro).

O peso do astro é mantido em sigilo pelo Corinthians, mas a sua movimentação em campo também diminuiu bastante em 2010. Até alguns torcedores chegaram a contestar a forma física dele após uma derrota para o Paulista, na Arena Barueri. Ronaldo respondeu com o dedo médio.

Mano ironizou os motivos que já foram apresentados para o desempenho de Ronaldo, abaixo das expectativas. Entre eles, os cigarros. "Futebol é muito repetitivo. Quando alguém não está indo bem, as pessoas buscam teorias: primeiro a bola não chega, depois existe problema de relacionamento, agora outra coisa. Vão continuar assim até inventar algum fato novo. O que acontece, na verdade, é que o Ronaldo está atravessando um momento ruim. Isso é absolutamente normal na vida de um atleta", respondeu.

Fonte: Yahoo