Mano revela: "Tendinite no joelho tirou Ronaldo do jogo contra Flu"

Técnico confirma presença do atacante no jogo com o Grêmio

Após omissão, Mano revela: ‘Ronaldo estava com tendinite no joelho direito’ e conta que jogador ficou fora diante do Fluminense por causa de uma lesão Ronaldo ficou fora da partida contra o Fluminense, na última quarta-feira, por conta de uma tendinite no joelho direito.

É isso mesmo. Diferentemente do que foi divulgado pela comissão técnica na terça-feira, o atacante foi poupado para tratar desse problema, que o incomodava desde a véspera do clássico com o São Paulo. Mano Menezes justificou a omissão da lesão como estratégia. - Não mentimos, mas às vezes omitimos algumas coisas para continuar com o andamento normal dos treinamentos. Estrategicamente você não fala de um caso desses por conta do adversário, porque o outro que vem em seguida já pode ter uma noção.

Nós decidimos tirá-lo do jogo para poder fazer um tratamento paralelo – explicou o técnico da equipe do Parque São Jorge. A princípio, a justificativa para a ausência do Fenômeno foi de que ele precisava de um período só de treinamentos, porque na semana anterior havia viajado à Espanha, para resolver problemas particulares, e enfrentou o Atlético-PR realizando apenas um trabalho físico, no dia anterior à partida.

Questionado novamente sobre os motivos da omissão, o comandante corintiano respondeu de maneira mais curta. - Não precisa revelar tudo, precisa? – disse Mano. Melhor da tendinite no joelho direito, Ronaldo está confirmado para a partida de sábado, às 16h10m (de Brasília), contra o Grêmio.

Mano Menezes espera vê-lo com melhor arranque, algo que ele não vinha fazendo da melhor maneira por conta das dores. - A tendinite estava atrapalhando os arranques do Ronaldo. Não estava mais da maneira como ele costuma fazer – explicou o treinador. Com 30 jogos pelo Timão, o Fenômeno tem 18 gols. Esse número dá ao atacante o status de artilheiro da equipe na temporada. O craque, por sinal, tem o objetivo de anotar 30 gols no ano. Restam apenas dez partidas para isso.

Fonte: GloboEsporte