Maracanã consegue empréstimo de R$ 200 milhões do B. do Brasil

Maracanã consegue empréstimo de R$ 200 milhões do B. do Brasil

O percentual de execução foi divulgado nesta segunda-feira durante visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao estádio

A reforma do estádio do Maracanã para a Copa do Mundo está 56% pronta, segundo vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. O percentual de execução foi divulgado nesta segunda-feira durante visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao estádio.

Na visita, o vice-governador do Rio anunciou também que nesta semana o governo do estado vai obter todos os recursos necessários para pagar a reforma do estádio. Na quarta-feira, o Banco do Brasil concederá um empréstimo de R$ 3,6 bilhões ao estado do Rio de Janeiro. Desse dinheiro, R$ 200 milhões serão usados para pagar a obra do Maracanã.

?Os recursos do Banco do Brasil vão se juntar aos R$ 400 milhões já emprestados pelo BNDES e outros R$ 200 milhões vindos da CAF [Corporação Andina de Fomento]?, disse Pezão. ?Com isso, alcançamos os R$ 800 milhões necessários para a obra.?

A reforma do estádio custará R$ 859 milhões. Os R$ 59 milhões restantes referentes ao custo da obra devem ser pagos diretamente com dinheiro do estado.

O empréstimo do BB, disse o vice-governador, será o primeiro grande financiamento da instituição a um governo. O Rio de Janeiro terá 25 anos para pagar o crédito, que terá taxa de juro baseada em percentuais cobrados por bancos estrangeiros, bem abaixo do padrão cobrado por bancos nacionais.

"O financiamento todo vai servir para pagarmos 14 ações em implementação no estado: metrô, drenagem de lagoas, etc", explicou Pezão. "Até a presidente Dilma Rousseff estará na cerimônia de concessão do financiamento."

Pezão afirmou ainda que todos os materias de construção para reforma do Maracanã já foram comprados, menos o gramado. Segundo ele, trabalham na obra 5.515 pessoas. Tudo para garantir que ela estará pronta para a Copa das Confederações, em 2013.

O ministro Aldo Rebelo ratificou a previsão de conclusão da reforma. Em entrevista coletiva, ele disse que, até o final do mês, 60% do estádio já deve estar pronto.

O ministro ainda afirmou que todos os estádios para a Copa do Mundo de 2014 estão com obras em estágio adequado. Segundo ele, pode haver um ou outro atraso em alguma arena, mas nada que comprometa o Mundial. "Não vejo nenhum abismo entre o cronograma da obra e o que foi realizado. Não há nada que não possa ser resolvido"

Fonte: UOL