Maracanã eleva preços e deixa cachorro quente 100% mais caro

As lanchonetes dentro do estádio também apresentarão preços bem elevados para comidas e bebidas no jogo deste fim de semana.

O altíssimo preço dos ingressos não será a única preocupação do torcedor com o seu bolso no amistoso deste domingo, no Maracanã, entre Brasil e Inglaterra. As lanchonetes dentro do estádio também apresentarão preços bem elevados para comidas e bebidas no jogo deste fim de semana.


Maracanã eleva preços e deixa cachorro quente 100% mais caro

Nas placas informativas ao público, já era possível perceber algumas variações bem elevadas. O mate, por exemplo, que custa R$ 4 no Engenhão, será vendido a R$ 7. Um cachorro quente, que pode ser consumido por R$ 4 no estádio do Botafogo, terá 100% de aumento, custando R$ 8.

Um pacote de amendoim, que custa de R$ 2 a R$ 3 em outros estádios do Rio de Janeiro, será vendido a R$ 7. Outra variação elevada será a do tradicional biscoito de polvilho. De R$ 2 em praias e outros estádios, o produto custará R$ 5 no Maracanã.

Um dos poucos produtos que não sofreu grande variação foi a água mineral. Vendida a R$ 3 em estádios cariocas como Engenhão e São Januário, o produto teve leve aumento, custando R$ 4 no reformado Maracanã.

E os preços salgados do Maracanã não surpreendem apenas quando comparados a outras praças do Rio de Janeiro. Em outras cidades do Brasil, como Brasília e Fortaleza, os estádios inaugurados para a Copa das Confederações não contavam com preços tão altos em comidas e bebidas.

O UOL Esporte apurou que a Coca-Cola é quem determina os valores nos bares do estádio. Procurada pela reportagem para esclarecer o assunto, porém, a empresa não respondeu sobre os altos preços que serão cobrados no Maracanã neste

Fonte: UOL