Maradona rebate acusações de jogador e nega ser "antibrasileiro"

Alex Pires, ex-jogador, acusa o técnico de dispensar jogadores por serem brasileiros


Maradona rebate acusações de jogador e nega ser
Atual técnico do Al Wasl, da Arábia Saudita, Diego Maradona procurou se defender das acusações do jogador Alex Pires, que chegou a classificar o argentino como um "antibrasileiro". Surpreso com a declaração do atleta, o Pibe se defendeu das críticas feitas e disse não conhecer o autor das denúncias.

Alex Pires era jogador do Al Wasl e acabou rescindindo seu contrato com a equipe após ter um desentendimento com o treinador. Insatisfeito com o modo como seu comandante escalava o time, o atleta disparou críticas ao ídolo argentino e alegou que Maradona não trabalhava com brasileiros por não gostar do País.

"Ele não gosta de brasileiros. Eu cheguei num clube e iria fazer um contrato de dois anos. Então ele opinou por tirar todos os brasileiros do clube. Junto comigo tinham mais cinco, inclusive o técnico Sérgio Farias (antecessor de Maradona no Al Wasl). A gente aceitou e rescindiu o contrato", disse o atleta, que foi prontamente rebatido pelo Pibe.

"Estou muito surpreso ao ver estas alegações. Não sei o que dizer. Eu nunca conheci esse Alex Pires. Me disseram que ele sairia do clube. Eu não tenho liberdade. Eu tenho um profissional que é brasileiro chamado Cacau, que eu trouxe para a equipe Sub-19. Sendo assim, como eu sou antibrasileiro?", declarou Maradona.

Nesta segunda-feira, o argentino retribuiu a visita de Roberto Carlos ao seu time na Arábia Saudita e se reuniu com o Anzhi, da Rússia, onde o lateral brasileiro atua. Feliz por reencontrar o jogador, Maradona chegou a pedir para que o atleta assinasse com sua equipe e desejou felicidades ao restante do time.

"Eu vim aqui para visitar vocês após o convite do meu bom amigo Roberto Carlos. Eu desejo a vocês sorte, felicidade e, o que é mais importante, que não se machuquem no campo", disse o técnico durante sua visita ao clube do Daguestão.

Fonte: IG