Maradona volta após suspensão e tenta solucionar time

Maradona volta após suspensão e tenta solucionar time

Técnico é muito crítica dentro e fora da Argentina

A punição imposta pela Fifa ao técnico da seleção Argentina, Diego Maradona, termina nesta sexta-feira (15). O ex-jogador foi suspenso por dois meses depois que insultou a imprensa após a partida contra o Uruguai, que garantiu o time na Copa do Mundo de 2010, em outubro último. A sanção começou a valer em 15 de novembro

Em sua volta, o inexperiente treinador tem a missão de resolver problemas internos que vem atrapalhando o desempenho da seleção argentina, mas ainda carece de confiança dentro e fora de seu país.

O jornal Olé criticou algumas opções feitas por Maradona em suas convocações não perdoou o ídolo após a derrota de 4 a 2 para a Catalunha, em dezembro de 2009.

- Mudam os nomes, os rivais, as competências, e a seleção mostra os mesmos defeitos.

No exterior, o técnico também está em baixa. Em recente eleição promovida pela IFFHS (Federação Internacional e História e Estatística do Futebol), Maradona ficou apenas na 22ª colocação entre os melhores técnicos de seleções.

A insatisfação começa a chegar aos jogadores. O veterano Juan Sebastian Verón , que voltou a ser convocado por Maradona por causa de suas boas atuações pelo Estudiantes, criticou a indefinição no elenco em entrevista recente à Rádio La Red.

- Hoje, nós não somos um dos principais candidatos a ganhar a Copa do Mundo. Precisamos encontrar um grupo e trabalhar durante um 30 dias para colocar os jogadores em forma. O tempo está passando e os problemas do time não estão sendo resolvidos. A mensagem da comissão técnica não me parece estar clara

Por outro lado, Maradona ganhou o apoio do jovem Higuaín, destaque do Real Madrid.

- Diego é o melhor de todos os tempos e é um prazer trabalhar com ele.

Por causa da punição, Maradona não pôde assistir ao sorteio dos grupos da Copa do Mundo, que aconteceu na Cidade do Cabo (África do Sul), em 4 de dezembro de 2009. A argentina vai enfrentar Nigéria, Coreia do Sul e Grécia na primeira fase do Mundial.

A primeira atividade do técnico após cumprir a suspensão será viajar justamente para a África do Sul para conhecer o local escolhido pela AFA (Associação de Futebol Argentino) para ser a concentração da seleção do país na Copa, na cidade de Pretória.

Fonte: R7, www.r7.com