Massa diz que não é o segundo Barrichello da Ferrari

Massa diz que não é o segundo Barrichello da Ferrari

Brasileiro afirma que seu papel de segundo piloto não será permanente

Nas últimas semanas, a Ferrari anunciou que a missão de Felipe Massa nas corridas restantes da temporada seria dar suporte à luta de Fernando Alonso pelo tricampeonato na Fórmula 1. O brasileiro, no entanto, afirma que este papel não será permanente enquanto estiver na escuderia italiana. Para isso, citou o exemplo de Rubens Barrichello, que era visto como escudeiro de Michael Schumacher na equipe.

- Com certeza eu não sou um segundo Rubens Barrichello na Ferrari. Se isso acontecer, eu paro de correr. Eu não vou correr apenas para ter chances de chegar ao segundo lugar ? disse o brasileiro, em entrevista à revista alemã ?Sport Bild?.

Para o brasileiro, o problema neste ano foram os pneus. Embora reconheça a qualidade do companheiro espanhol, ele afirma que poderia ter tido melhor sorte neste ano.

- Fernando é muito bom, definitivamente. Mas ele não é melhor do que meus outros companheiros de equipe (ele também correu ao lado de Schumacher e Kimi Raikkonen na Ferrari). O problema é que eu não tenho sido bom como de costume. Eu tenho tido problemas com os pneus. Para o meu estilo de pilotar, mesmo os pneus macios estão muito duros. E eu tenho certeza que muitos outros pilotos têm tido o mesmo problema. Eu não acredito que Michael tenha esquecido como se pilota ? afirmou.

Massa, no entanto, negou que tenha aceitado o papel de segundo piloto por medo de que a Ferrari o demitisse no fim do ano.

- Não. Eu tenho experiência suficiente com esses rumores para ficar relaxado.

Ele não quis comentar a polêmica em volta do GP de Hockenheim, na Alemanha, quando recebeu ordens para que deixasse Alonso passar. Porém, assumiu que, até o fim do ano, vai tentar ajudar o espanhol.

- Com certeza eu fiquei muito decepcionado. Mas se eu estiver à frente dos outros pilotos, mas atrás de Fernando, que dizer que eu vou tirar pontos dos seus rivais, e isso, claro, é positivo para ele. É isto que eu vou tentar fazer.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com