F. Massa ignora pedido da Williams, segura Bottas e diz: "Fiz o correto"

No fim do GP da Malásia, brasileiro ouve a mensagem "Valtteri está mais rápido que você. Não o segure", mas fecha a porta do companheiro e mantém a sé

A quatro voltas do fim do GP da Malásia, Felipe Massa encontrava-se na sétima posição quando ouviu de seu engenheiro pelo rádio: "Valtteri está mais rápido que você. Não o segure (...) Ele tem pneus melhores, deixe ele ir?. Uma mensagem que inevitavelmente remeteu ao episódio ?Fernando está mais rápido que você?, do GP da Alemanha de 2010, quando o brasileiro precisou ceder a vitória para Fernando Alonso, na época seu companheiro de Ferrari. Dessa vez, porém, o fim da história foi diferente. Massa ficou em silêncio no rádio e respondeu na pista: pisou fundo e se manteve à frente do finlandês. Bottas tentou atacar, mas Felipe fechou a porta e conteve as investidas. No fim, a Williams recuou, pedindo para os dois manterem as posições. A intenção da equipe era que Bottas, com pneus em melhores condições, tivesse chances de atacar a sexta posição de Jenson Button, da McLaren. Abordado na saída da pista pela TV Globo, Massa tentou minimizar o episódio: ?Uma luta. Normal?. No entanto, na sequência, foi abordado recorrentemente sobre o assunto:

- Ouvi a mensagem. Lutei até o fim e fiz minha corrida. Valtteri não conseguiu me passar. Seria difícil ele conseguir passar o Jenson. Os pneus dele estavam um pouco melhores, mas não o suficiente para me passar e passar o Jenson. Creio que fiz o correto. Não acho que o clima vai estar ruim na garagem. Eu fiz o melhor que pude para mim e para a equipe e eles precisam fazer o mesmo. Lutei até o fim e meu objetivo era marcar o máximo de pontos para mim e para a equipe. Ainda estamos na segunda corrida.

Fonte: Globo Esporte