Massa teria recebido 3 ordens para deixar Alonso passar

Massa teria recebido 3 ordens para deixar Alonso passar

Comissários usaram desculpas de Smedley para considerar Ferrari culpada

Após a polêmica do GP da Alemanha, a revista alemã "Auto Motor und Sport" revelou que Felipe Massa recebeu três ordens da Ferrari antes de deixar Fernando Alonso passar em Hockenheim. O fato continua a dominar as conversas no paddock do circuito de Hungaroring, mesmo quase uma semana após o ocorrido.

De acordo com a reportagem, o espanhol começou a reclamar do ritmo do brasileiro logo após o pit stop - chegou a chamar a situação de "ridícula", como foi mostrada na transmissão oficial de TV. A equipe respondeu que não poderia fazer nada. Então, Alonso deixou Massa abrir uma vantagem próxima aos quatro segundos. Andrea Stella, engenheiro do bicampeão, disse que estava preocupado com o aumento da distância, mas o piloto respondeu.

- Sem problemas, vou me aproximar.

A diferença se estabilizou e em cinco voltas o espanhol já estava de novo colado na asa traseira do companheiro de equipe. Alonso tinha conseguido mostrar à Ferrari que estava mais rápido que Massa. Isto provocou a atitude de Stefano Domenicali, chefe da equipe italiana, que falou com o engenheiro Rob Smedley para dar a ordem a Felipe Massa rapidamente.

Massa recebeu três vezes o comando para deixar o espanhol passar. Ignorou duas, mas teve de obedecer na terceira, falada pausadamente e de maneira bem clara, como mostrado na transmissão de TV oficial. Enfim, Felipe resolveu tirar o pé e Alonso assumiu a ponta da corrida.

- Fernando está mais rápido que você. Pode confirmar que entendeu esta mensagem?

Após a manobra, Massa ainda ouviu no rádio outra mensagem do engenheiro, se desculpando pelo "incômodo". Esta mensagem provocou a uma multa de US$ 100 mil, aplicada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e o julgamento na posterior reunião do Conselho Mundial, que deverá acontecer no dia 10 de setembro, em Como, na Itália.

- Boa decisão. Temos de ficar assim agora. Desculpe.

Segundo a revista, Fernando Alonso seria ainda mais influente na Ferrari que Michael Schumacher era em sua época. O bicampeão demarcou seu território no time e Massa já não teria tanta força quanto no passado. Mas o espanhol ainda fica muito incomodado com as críticas recebidas.

Fonte: Globo Esporte