Mata-mata: Corinthians enfrenta o Emelec hoje pela Taça Libertadores

Mata-mata: Corinthians enfrenta o Emelec hoje pela Taça Libertadores

O Corinthians precisa de simples vitória para chegar às quartas de final, mas tem de encarar retrospecto ruim no mata-mata da Taça Libertadores.

O Corinthians joga seu futuro na temporada e o fim de uma marca negativa nesta quarta-feira. Eliminar o Emelec-EQU, a partir das 21h50m, no Pacaembu, significa muito mais do que manter vivo o sonho do inédito título da Taça Libertadores. Vale superar um histórico que deixou marcas na torcida e no clube. Nas últimas três vezes em que chegou ao mata-mata do principal torneio das Américas, o Timão não passou das oitavas de final.

O drama alvinegro nesta fase do torneio muito se deve ao River Plate-ARG. Em 2003 e 2006, o clube paulista caiu diante dos argentinos, causando grande revolta nos torcedores. Já em 2010, depois de fazer a melhor campanha na fase de grupos, o Timão disse adeus à competição ao ser eliminado pelo Flamengo por ter sofrido um gol em casa no segundo confronto, no Pacaembu. E em 2011 o time foi eliminado na fase prévia pelo Tolima-COL.

Desta vez, o adversário assusta bem menos. O empate sem gols em Guayaquil, na semana passada, deixou o Corinthians com mais chances de se classificar. A equipe dirigida por Tite precisa de uma vitória por qualquer placar para chegar às quartas. Entretanto, ainda precisa conviver com a pressão de um estádio lotado e ávido pelo título sul-americano.

Caso os clubes repitam o resultado do primeiro jogo, a decisão será nos pênaltis. O vencedor deste confronto vai encarar Lanús-ARG ou Vasco, que se enfrentam, no mesmo horário, em Buenos Aires. No duelo no Rio de Janeiro, os cariocas venceram por 2 a 1.

Otimista desde sua chegada ao Brasil, o Emelec fez mistério nos treinamentos em São Paulo. Após o empate sem gols em Guayaquil, o técnico Marcelo Fleitas ressaltou a importância de marcar no jogo de volta: um gol dos equatorianos obrigaria o Corinthians a marcar duas vezes, já que qualquer empate com gols dá a classificação aos visitantes.

O presidente do Emelec, Nassib Neme, assegurou que, assim como o Timão dificultou no Equador, sua equipe também endurecerá o jogo no Brasil. Time na retranca, com tática defensiva? O que parece provável está bem longe dos planos do adversário alvinegro nesta quarta.

? O Emelec é um time que sempre sai para o ataque. No Brasil, não será exceção. Nosso sistema faz com que seja difícil nos enfrentar. Assim como o Corinthians foi difícil para nós, nós seremos difíceis para o Corinthians. Pelo menos nos últimos 45 minutos da última quarta, o Emelec foi a única equipe em campo ? afirmou, ressaltando a boa atuação equatoriana na etapa complementar do jogo de ida.

O uruguaio Darío Ubriaco apita a partida desta quarta. Os auxiliares são Miguel Nievas e Marcelo Costa. A Rede Globo transmite a partida ao vivo para os estados de SP, PR (exceto Curitiba e Ponta Grossa), GO, MT, BA e PE (exceto Petrolina), além das cidades de Uberlândia-MG e Ituiutaba-MG. Você acompanha também, em Tempo Real, no GLOBOESPORTE.COM.

AS ESCALAÇÕES

Corinthians: o técnico Tite fez apenas uma mudança na equipe que empatou em Guayaquil. O atacante Jorge Henrique, suspenso pela expulsão na última partida, dá lugar ao meia Alex. No ataque, o treinador optou por manter Willian. Já Liedson fica no banco de reservas depois de pedir para não viajar ao Equador para intensificar os treinamentos. A formação é a seguinte: Cássio, Edenílson, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Emerson e Willian.

Emelec: o técnico Marcelo Fleitas espera aproveitar a postura ofensiva do Corinthians para surpreender no Pacaembu. Com a ideia de que o Timão abrirá espaços para sua equipe jogar, o treinador deve manter a escalação utilizada no empate sem gols em Guayaquil. Assim, o provável Emelec é: Esteban Dreer; Carlos Quiñónez, José Luis Quiñónez, Gabriel Achilier e Oscar Bagüí; Pedro Quiñónez, Fernando Gaibor, Fernando Giménez e Enner Valencia; Marcos Mondaini e Luciano Figueroa.

QUEM ESTÁ DE FORA

Corinthians: Paulo André (cirurgia no joelho direito), Wallace (cirurgia no tornozelo esquerdo) e Jorge Henrique (suspenso).

Emelec: ninguém.

FIQUE DE OLHO

Corinthians: Alex volta a ser titular do Timão com uma característica que pode ser decisiva para garantir a classificação às quartas de final da Libertadores. Com a provável retranca do Emelec, o Alvinegro terá de apostar também nos chutes de longa distância, uma das principais virtudes do meio-campista.

Emelec: a principal arma da equipe equatoriana é o jogo aéreo. No jogo de ida, o goleiro Cássio teve trabalho com as investidas do Emelec pelo alto. O experiente atacante argentino Luciano Figueroa, artilheiro do time na Libertadores, com três gols, é promessa de perigo constante para a sólida defesa do Corinthians. Embora tenha 1,83m de altura, o jogador impressiona pela habilidade nos cabeceios.

O QUE ELES DISSERAM

Tite, técnico do Corinthians: ?Vamos buscar o resultado desde início e fazer o fator casa. Mas é buscar a vitória de forma consciente. Nossa equipe joga junto há muito tempo e tem o lastro e a experiência para buscar o resultado?.

Marcelo Fleitas, técnico do Emelec: ?Minha equipe é muito aguerrida e tenho confiança nos meus jogadores. Temos uma proposta de jogo, seja em casa ou como visitantes. Já demonstramos que sabemos atacar, como foi contra o Flamengo, por exemplo. Vamos tentar fazer gol e jogar bem?.

NÚMEROS E CURIOSIDADES

* Quem leva vantagem? Veja o histórico de confrontos na Futpédia

* Empatar por 0 a 0 a primeira partida nos playoffs de Libertadores costuma ser uma boa vantagem. Nas últimas sete edições, houve dez casos de empates sem gols nas partidas de ida e em oito oportunidades o time que atuou casa no jogo da volta se classificou para seguir na competição.

* O Corinthians foi a única equipe que passou invicta pela fase de grupos da Libertadores 2012. Em seis jogos, o Timão somou 14 pontos.

* Este ano, o Corinthians disputou 16 jogos no Pacaembu, com 12 vitórias, dois empates e duas derrotas (0 a 1 Portuguesa e 2 a 3 Ponte Preta), marcando 26 gols e sofrendo nove. Em suas últimas 50 partidas no Pacaembu, o Timão venceu 34 vezes, empatou oito e sofreu oito derrotas com um aproveitamento de 73%.

* Com apenas dois gols sofridos em sete jogos, o Corinthians tem a melhor defesa da Libertadores. Em toda a temporada 2012, o Timão sofreu apenas 19 gols em 29 jogos e apenas em três oportunidades foi vazado mais de uma vez na mesma partida, nos empates por 2 a 2 com o Flamengo (amistoso) e 3 a 3 com o Comercial no Paulistão e na derrota para a Ponte Preta nas quartas de final do Campeonato Paulista. O Timão não sofreu gols em 15 de suas 29 partidas neste ano.

* Esta é a décima vez que o Corinthians enfrenta um adversário equatoriano pela Libertadores. Nas nove partidas anteriores, o Timão obteve seis vitórias, um empate e duas derrotas, marcou 22 gols e sofreu cinco. Em sua primeira participação na Libertadores, o Timão caiu no mesmo grupo de El Nacional e Deportivo Cuenca e perdeu por 2 a 1 para as duas equipes atuando no Equador.

ÚLTIMO CONFRONTO

Corinthians e Emelec se enfrentaram pela última vez no dia 2 de maio, no estádio George Capwell, em Guayaquil. As equipes empataram sem gols em um confronto de poucas oportunidades. Os jogadores e a diretoria do Timão deixaram o gramado reclamando muito da atuação do árbitro colombiano José Buitrago.

Fonte: Globo