Meia Deco, do Chelsea, diz que daqui a dois anos volta para o Corinthians

O meio-campista brasileiro naturalizado português Deco

O meio-campista brasileiro naturalizado português Deco reforçou o desejo de voltar a atuar por seu clube de coração, o Corinthians. O meia, porém, disse que o sonho só será realizado daqui a dois anos, ao término de seu contrato atual com o Chelsea.

"Sonho é uma coisa e realidade é outra. Tenho mais dois anos de contrato com o Chelsea e não adianta eu alimentar a esperança de voltar agora, que não há a possibilidade. Quando meu contrato acabar eu volto para o Brasil, é um projeto meu, já é uma coisa certa", disse o jogador, de 31 anos.

Questionado sobre se havia a possibilidade de retornar ao Brasil jogando por outro time, Deco foi enfático ao dizer que volta para jogar no Corinthians. Ele falou que só voltará caso se sinta bem o bastante para contribuir, e que não vem apenas para encerrar a carreira.

"Sim, só o Corinthians. Esse é meu projeto de vida, e se tudo correr bem ao final do meu contrato com o Chelsea eu volto para o time em que fui revelado. Eu preciso me sentir bem. E a volta ao Corinthians é um projeto pessoal para mim", falou.

Deco disse que vai permanecer na Europa por mais dois anos, mas não sabe se será no Chelsea.

"Este ano foi difícil, fui atrapalhado por lesões e não gostaria de repetir um ano como esse. Eu já manifestei meu desejo de mudar. Para eu ficar no Chelsea algo tem que mudar, pois este ano que passou aconteceram coisas que eu não gostei. Eu recebi algumas propostas e estou esperando as definições. Para eu sair, o Chelsea precisa aceitar e não sou eu quem decide isso", finalizou.

Brasileiro

O Corinthians começa a decidir hoje se vai se juntar à maioria dos campeões da Copa do Brasil e apenas usar o Brasileiro como laboratório para a próxima Libertadores ou se entrará para valer na disputa pelo título, único objetivo que lhe interessa na longa competição.

O jogo contra o Fluminense é o primeiro em que o time do técnico Mano Menezes entrará concentrado apenas no Nacional.

E com a missão de provar que pode repetir o feito do Cruzeiro de 2003, até agora o único time a conquistar na mesma temporada o Estadual, a Copa do Brasil e ainda ter fôlego para ser campeão brasileiro.

"Temos o exemplo do Cruzeiro, que já fez isso. Então, queremos ser o Cruzeiro de 2003", disse Mano Menezes.

"Não existe razão nenhuma para largar o Brasileiro. Temos que jogar o Brasileiro da mesma forma que as competições anteriores", continuou.

Com um jogo a menos, o Corinthians ocupa hoje o décimo lugar na tabela, com 11 pontos --nove a menos que o líder, o Internacional.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br