Meia Rivaldo diz que teria chutado o balde se fosse muito polêmico

Em condições de atuar desde fevereiro, Rivaldo só disputou seis partidas como titular na era Carpegiani.

Transformado em titular pelo técnico interino Milton Cruz, o veterano meia Rivaldo, 39, afirmou que poderia ter causado problemas ao São Paulo se fosse um jogador menos tranquilo.

Apesar de ter feito críticas públicas ao ex-treinador Paulo César Carpegiani durante a passagem do treinador pelo clube, o camisa 10 considera que agiu com serenidade ao longo período que passou no banco de reservas.



"Se eu fosse um jogar polêmico, poderiam ter acontecido coisas ruins. Eu poderia ter chutado o balde de uma maneira que seria ruim para mim e para o clube", disse o meia, que será novamente titular contra o Inter, no domingo.

Em condições de atuar desde fevereiro, Rivaldo só disputou seis partidas como titular na era Carpegiani. Ele costumava ser utilizado pelo ex-técnico do São Paulo apenas nos minutos finais do segundo tempo.

Depois da eliminação na Copa do Brasil, há dois meses, reclamou do técnico e afirmou que poderia ter ajudado a equipe.

Segundo o meia, aquele foi um momento de explosão e, depois da crise que quase derrubou o treinador, a relação entre os dois voltou ao normal.

"É como se eu fosse um garoto, adoro jogar futebol. O que eu passei foi duro. Passar cinco meses e não ter a oportunidade de jogar é difícil", competou.

Fonte: Folha.com