Mesmo campeão, Inter é vítima de desmanche

Mesmo campeão, Inter é vítima de desmanche

Internacional nega desmanche e vê saída de jogadores

Com a venda de Taison para o Metalist, da Ucrânia, o Internacional se desfez do seu terceiro jogador campeão da Libertadores de 2010. Além do atacante, o clube gaúcho negociou o veterano zagueiro Fabiano Eller para o futebol do Catar e o volante Sandro com o Tottenham, da Inglaterra. O último já tinha a sua ida para o exterior anunciada desde o começo deste ano.

Especula-se também que o Inter possa perder o lateral esquerdo Kleber para o futebol internacional. Apesar disso, o atual vice-presidente de futebol colorado, Fernando Carvalho, não vê a saída destes jogadores como um ?desmanche?, e sim como uma estratégia.

?Se isso for considerado um desmanche, eu não sei mais dirigir futebol. A venda está dentro da nossa estratégia. Para nós, ao contrário do Santos a estratégia é vender jogadores. Ele fica no clube 1 ano, 2, tem o seu auge e depois vendemos?, explicou Carvalho.

Ao final da competição intercontinental, a diretoria do Internacional tinha dito que não haveria um desmanche no elenco bicampeão da Libertadores.

?A venda do Taison está dentro da nossa estratégia porque temos para surgir agora outros garotos do mesmo nível dele?, completou o dirigente do Internacional. O ex-atacante do Internacional foi vendido para um clube do baixo escalão do futebol do Velho Continente. Atitude bem diferente do Santos, por exemplo, que conseguiu manter uma revelação com um plano mirabolante, rejeitando uma proposta de um time de primeiro nível da Europa.

Um dos principais jogadores do duelo contra o Chivas na final da Libertadores, o lateral-esquerdo Kleber também pode deixar o Inter. ?O Kleber não é nosso. É o único jogador que nós não podemos controlar?, disse o vice-presidente do futebol colorado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br