Apesar da derrota, torcida acredita na classificação do Fla na Libertadores

Após presidente do Fla garantir que time passa às oitavas, 67,1% dos internautas apostam no mesmo.

Na frieza dos números, a derrota por 1 a 0 para o Bolívar, nesta quarta-feira, em La Paz, deixou o Flamengo em situação delicada na Libertadores. De acordo com os cálculos do matemático Tristão Garcia, o Rubro-Negro tem apenas 23% de chances de classificação à fase de oitavas de final. O presidente Eduardo Bandeira de Mello desdenhou das contas. No desembarque da delegação, nesta quinta, ele garantiu: ?Vamos classificar?. E a maioria dos internautas surfam na mesma onda de confiança de Bandeira.


Mesmo com pecados, torcida acredita em classificação na Libertadores

Foi feita a seguinte pergunta ao internauta: ?Você acredita na classificação do Fla às oitavas de final?? Responderam que ?sim? 67,1% dos participantes (4.161 votos); disseram que ?não? 32,9% (2.037 votos). O total foi de 6.198 votos

- Já aconteceu (eliminação na primeira fase), mas não vai acontecer dessa vez. Pode ficar tranquilo. Foi atípico (jogo contra o Bolívar), queríamos ganhar, mas vamos ganhar agora os outros dois jogos e vamos nos classificar ? disparou Bandeira, ao passar pelo saguão do Aeroporto Internacional Tom Jobim, nesta quinta.

Expulsão, empate em casa e escorregão

Pecados do Flamengo na primeira fase da Libertadores explicam alguns pontos perdidos. Na estreia diante do León, no México, Amaral demonstrou nervos à flor da pele e foi expulso aos 12 minutos do primeiro tempo, depois de entrava violenta em Montes. Com um jogador a menos, o time sucumbiu e perdeu por 2 a 1. Na ocasião, Jayme tentou absolver Amaral e culpou a arbitragem:

- O Flamengo foi um time que com um a menos dificultou o León. O juiz deu dois pênaltis que não foram nada. O Amaral foi inexperiente. Não precisava entrar forte, mas ele (árbitro) encheu o Flamengo de amarelo. Tenho que sair feliz com o time. É difícil jogar aqui, ainda mais com um a menos. Fico muito orgulhoso, independentemente da arbitragem desastrosa.

Na sequência, vitória por 3 a 1 sobre o Emelec, no Maracanã, mas sem atuação de gala e um gol sofrido quando tinha um jogador a mais em campo.

Na terceira rodada, um tropeço dentro de casa, que gerou impaciência da torcida e acendeu de vez o sinal de alerta: 2 a 2 com o Bolívar, com falhas individuais e questionamentos por parte da torcida. Jayme não lamentou o empate:

- Não, lógico que (o resultado) não decepciona. Jogo difícil. O Bolívar defendeu bem, fez um jogo típico de Libertadores.

Agora, depois da derrota por 1 a 0 para o Bolívar, quarta, em La Paz, um escorregão de Samir logo no início acabou por selar o destino do jogo. O goleiro Felipe fez uma análise fria e dura da atuação da equipe, e também da situação para o futuro na competição:

- Além da altitude, faltou atitude para a gente vencer a partida. Agora são dois jogos, temos que fazer seis pontos para classificar.

Jogos restantes e tabela

A situação do Flamengo no Grupo 7 da competição é complicada. Com quatro pontos a duas rodadas do fim, o time está na lanterna. León (sete), Emelec (seis) e Bolivar (cinco) completam a chave. O próximo jogo será no dia 2 de abril, contra o Emelec, em Guayaquil. Uma derrota no Equador elimina o Rubro-Negro mais uma vez na fase de grupos, como ocorreu em 2012. Um empate ainda significa um drama intenso para a última rodada. A vitória muda o panorama e faz o clube brasileiro depender apenas de si contra o León, no Maracanã, na última rodada.

Fonte: GloboEsporte