Messi busca mais um recorde em jogo da série Liga dos Campeões

Ainda que Messi passe em branco nesta quarta-feira, o argentino ainda terá outros três jogos para superar Müller

Tão impressionante quanto a capacidade de marcar gols é a disposição de Lionel Messi em estabelecer novas marcas no futebol. Nesta quarta-feira, o craque do Barcelona pode atingir mais um recorde na partida em que o time catalão encerra a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa contra o Benfica, no Camp Nou, às 17h45m (de Brasília).

Com 84 gols marcados em 2012, o atacante argentino precisa marcar apenas dois contra a equipe portuguesa para deixar o campo consagrado como o atleta que mais vezes balançou as redes em um único ano. Hoje a marca, que envolve apenas jogos oficiais e parecia inalcançável, pertence ao alemão Gerd Müller. Em 1972, ele fez 72 gols pelo Bayern de Munique e pela seleção alemã. Quarenta anos depois, ela está perto de cair.

Ainda que Messi passe em branco nesta quarta-feira, o argentino ainda terá outros três jogos para superar Müller. O Barcelona ainda entra em campo contra Bétis, Atlético de Madri e Valladolid pelo Campeonato Espanhol.

O jogo de hoje não tem qualquer valor para o Barcelona. Com 12 pontos, o clube já está classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões na liderança do grupo G. Ele é importante para o Benfica, que briga com o Celtic pela segunda vaga. Portugueses e escoceses têm sete pontos. O Celtica enfrenta no mesmo horário o Spartak Moscou na Escócia.

Questionado sobre os motivos da escalação de Messi na partida, o técnico Tito Vilanova disse que não quer saber de recordes e que o argentino teve a oportunidade de descansar no jogo contra o Alavés pela Copa do Rey.

- O Benfica joga a sua classificação e virá com tudo. Cardozo, Lima e Rodrigo são muito perigosos e queremos ganhar a partida também pelos demais clubes envolvidos. Léo teve a chance de descansar na Copa do Rey. É uma partida de Liga dos Campeões, ele quer jogar e esperamos desfrutar (da partida com ele). Tenho certeza que se houver a possibilidade, ele conseguirá o recorde. Ainda que esse não seja o objetivo é preciso encará-lo com naturalidade. O vejo tranquilo, como sempre. Ele está acostumado - disse Vilanova.

Messi é o principal jogador, mas não é única preocupação que o técnico Jorge Jesus tem na partida contra o Barcelona.

- É a melhor equipe do mundo junto com o Real Madrid. E Messi é fora do normal. Mas o Barça não jogará para ele. É Messi quem faz parte da ideia de jogo do Barcelona. Teremos que estar muito concentrados na defesa e não repetir os erros de Lisboa (quando perderam por 2 a 0) porque eles tiveram uma posse de bola de bola de 70% a 80%.

Chelsea busca milagre

Enquanto o Barcelona estará tranquilo na Catalunha, em Londres, o Chelsea, que eliminou a equipe na semifinal na temporada passada, vive situação dramática. Em terceiro lugar no grupo E com sete pontos, a equipe de Rafa Benitez precisa vencer o Nordsjaelland em Stamford Bridge e torcer por uma derrota do Juventus para o Shakhtar Donetsk na Ucrânia. Se for eliminado, o Chelsea será o primeiro campeão da Liga dos Campeões a cair na primeira fase do torneio no ano seguinte.

Com 10 pontos, os ucranianos já estão classificados para as oitavas de final. O time italiano vem em segundo com nove e ainda busca a vaga na disputa contra o Chelsea.

No gurpo F, Bayern de Munique e Valencia já estão com a vaga garantida. Os dois entram em campo nesta quarta contra BATE Borisov em Munique e Lille na França para decidir quem ficará com a liderança da chave. Alemães e espanhóis somam dez pontos e a vantagem dos resultados iguais é do Bayern.

No grupo G, o Manchester United já está classificado em primeiro do grupo com 12 pontos. A disputa agora está pela segunda vaga entre Galatasaray e Cluj, que têm sete pontos. Os turcos enfrentam o Braga em Portugal enquanto os romenos buscarão a classificação em Old Trafford.

Fonte: Extra