Messi ganha companhia de Pedro na artilharia do Barça. Neymar é terceiro

Mesmo ausente de 11 partidas, argentino marcou os mesmo 14 gols do espanhol. Com 11 bolas na rede, brasileiro também é destaque em sua 1ª temporada no

As constantes lesões de Lionel Messi nessa temporada abriram a disputa interna pela a artilharia do Barcelona na temporada. Com o argentino ausente em boa parte dos jogos, outros atacantes vêm assumindo a missão de marcar gols. Mesmo assim, Messi ainda lidera a lista, com 14 bolas na rede. No entanto, ele não está sozinho. Em grande forma ? marcou três gols no último domingo contra o Getafe -, Pedro, que sequer é titular, tem o mesmo número do camisa 10 da equipe catalã.


Messi ganha companhia de Pedro na artilharia do Barça. Neymar é terceiro

Recém-chegado ao clube, Neymar figura em terceiro na lista, com 11 gols na temporada. Sete, somente nos últimos três jogos. A estrela brasileira é seguida por Cex Fàbregas (9) e Alexis Sánchez (8).

A seu favor, Messi tem a média de gols. Em apenas 16 partidas na temporada, o argentino marcou 14 gols (0,88 por jogo). Ele é seguido por Pedro (0,5) e Neymar (0,48).

No Campeonato Espanhol, com Messi ausente, nenhum jogador do Barcelona briga diretamente pela artilharia. Os culés estão longe de Diego Costa (19) e Cristiano Ronaldo (18). Pedro, com dez gols, foi quem mais marcou na Liga. Messi e Alexis Sánchez marcaram oito vezes, contra sete de Fàbregas e seis de Neymar.


Messi ganha companhia de Pedro na artilharia do Barça. Neymar é terceiro

Na Liga dos Campeões, mesmo lesionado, Messi é o principal goleador do Barcelona. O argentino anotou seis dos 16 gols marcados pelo time catalão. Neymar vem em seguida com três gols, todos marcados na vitória sobre o Celtic.

Pedro, mais uma vez, aparece como principal goleador do time na Copa do Rei. Ele marcou três dos sete gols da equipe no torneio. Neymar, Fàbregas e Dongou anotaram um cada, enquanto o outro foi contra.

No total da temporada, o Barcelona marcou 73 gols em 27 jogos (média de 2,88 por partida). O número de gols sofridos é bem menor: 19 (média de 0,7 por confronto).

Fonte: Globo Esporte