Messi perde pênalti, mas Barcelona empata com Atlético de Madrid e leva 1º título com Neymar

Messi perde pênalti, mas Barcelona empata com Atlético de Madrid e leva 1º título com Neymar

Antes do título da edição deste ano, o Barcelona já havia levado em 1983, 1991, 1992, 1994, 1996, 2005, 2006, 2009, 2010 e 2011.

No primeiro jogo oficial como titular do Barcelona, o atacante Neymar conquistou seu primeiro título com a camisa do clube catalão nesta quarta-feira. Apesar da atuação discreta do ex-santista e das poucas chances de gols criadas pelo sistema ofensivo da equipe da Catalunha, o Barcelona empatou em 0 a 0 com o Atlético de Madrid no Camp Nou e levou seu 11º título da Supercopa da Espanha. Lionel Messi ainda perdeu pênalti no fim, mas o gol não fez falta - como o duelo de ida em Madri foi 1 a 1, a equipe catalã ficou com a taça pelo gol fora, marcado por Neymar.

Antes do título da edição deste ano, o Barcelona já havia levado em 1983, 1991, 1992, 1994, 1996, 2005, 2006, 2009, 2010 e 2011. A equipe catalã ainda tem oito vice-campeonatos.

Com Neymar em campo, o Barcelona tentou na etapa inicial uma variação maior de jogadas do que vinha apresentando nos últimos duelos. Por um lado, a entrada do brasileiro deu domínio para o time catalão. Entretanto, por outro, a única boa chance dos primeiros 45 minutos foi do Atlético de Madrid, que armou grande jogada aos 41min, mas Turam parou em ótima defesa de Valdés.

O empate sem gols dava o título ao Barcelona por causa do gol marcado fora e isso, teoricamente, faria o Atlético de Madrid se lançar um pouco mais ao ataque na casa do adversário ? os visitantes chegavam perto do gol com mais convicção do que os mandantes. A volta para a etapa final, entretanto, continuou igual ao primeiro tempo: domínio do Barcelona, Atlético de Madrid nos contra-ataques e poucas chances de gol.

A situação do Atlético de Madrid ficou pior ainda aos 35min. O lateral brasileiro Filipe Luís, que integrou a Seleção durante a Copa das Confederações, fez falta dura fora do lance de bola no compatriota Daniel Alves e recebeu cartão vermelho direto, deixando os visitantes com dez jogadores. No fim do jogo, a arbitragem marcou um pênalti para os donos da casa, mas Messi foi para a cobrança e errou.

Fonte: Terra