Milan frustra o Santos e diz que Robinho fica na Itália até junho

Milan frustra o Santos e diz que Robinho fica na Itália até junho

Neste sábado, o comandante do clube italiano declarou que as negociações do Santos com o atacante terminaram e comemorou a sua permanência

O técnico do Milan, Massimiliano Allegri, pode ter acabado definitivamente com as esperanças do Santos em ter Robinho em 2013. Neste sábado, o comandante do clube italiano declarou que as negociações do Santos com o atacante terminaram e comemorou a sua permanência.

?Mesmo com o desejo dele de voltar para o Brasil, ele vai ficar aqui pelo menos até junho. E vai ficar com a cabeça boa. Agora só precisa entrar em condição de jogo, já que ficou praticamente 20 dias sem treinar conosco?, comentou Allegri. "Quando voltou ao Brasil para as férias, ele estava com uma pequena lesão no tornozelo. Vai precisar de tempo para se recuperar totalmente", completou o técnico.

As declarações de Allegri vão de encontro com o posicionamento da diretoria do Santos. O clube paulista marcou uma reunião, para os próximos dias, para tentar novamente entrar em acordo com o Milan para repatriar o atacante.

Nesta sexta-feira, em contato com a cúpula do Milan, os dirigentes santistas acenaram pela primeira vez com a possibilidade de pagar os 10 milhões de euros (R$ 27,7 milhões) exigidos pelo clube italiano na transação. O interesse do Atlético-MG em contratar Robinho foi um dos motivos que fez o Comitê Gestor ignorar o orçamento do clube para repatriar o ídolo.

Além do valor pedido pelo Milan, outro problema é o salário desejado por Robinho. O atacante não abre mão de receber R$ 1,1 milhão de salários, limpos de taxas e encargos trabalhistas, o que representa uma despesa bruta de R$ 1,8 milhão mensais ao clube. A diretoria santista quer pagar no máximo R$ 900 mil e tenta convencer o jogador sobre o ordenado liquido.

Fonte: UOL