Milan perde de virada para Sampdoria e se distancia da disputa pelo título

O Milan, de Ronaldinho, até saiu na frente no primeiro tempo, mas não evitou a derrota de virada

Mesmo tendo saído à frente no placar no primeiro tempo, o Milan acabou sofrendo a virada no fim e perdeu por 2 a 1 para a Sampdoria neste domingo, jogando fora de casa, no estádio Luigi Ferraris em Gênova, e distanciou a disputa pelo título italiano da temporada 2009/10.

Com o resultado, o time comandado pelo brasileiro Leonardo manteve o terceiro lugar da tabela e ficou com 64 pontos, seis a menos que a Internazionale, que ocupa nesse momento de liderança. A Roma, que joga ainda neste domingo, pode chegar a 71 se vencer a Lazio no clássico da capital italiana.

Precisando do resultado para seguir vivo na briga pelo scudetto, o Milan começou melhor na partida, dominando as principais jogadas, principalmente com Seedorf e Ronaldinho. Mas logo a Sampdoria equilibrou a movimentação com Cassano.

A primeira boa chance foi da partida foi com os donos da casa, com chute de Poli, que assustou o goleiro brasileiro Dida. Mas pouco tempo depois saiu o gol milanês.

Com 21min do primeiro tempo, após escanteio cobrado, Borrielo subiu mais que a defesa adversária para cabecear e mandar a bola para o fundo do gol. Mas mesmo saindo atrás no placar, a Samp seguiu pressionando até o final do primeiro tempo.

Tentando administrar o resultado positivo, o Milan não conseguiu se segurar e logo nos primeiros minutos do segundo tempo levou o empate. Com apenas 7min da etapa complementar, Bonera fez pênalti em Cassano e acabou sendo expulso. O próprio atacante cobrou e deixou tudo igual no placar.

Com um jogador a mais, a Sampdoria aumentou seu volume de jogo e o Milan apenas se defendia. Dessa forma, o principal jogador rubro-negro era o goleiro Dida, que ia garantindo pelo menos um ponto para a equipe. Mas ele não segurou até o final.

Já nos acréscimos do segundo tempo, Mannini cruzou da direita e Pazzini, de cabeça, fez o gol da vitória da Sampdoria, para desespero de Dida, que apenas teve de buscar a bola no fundo de sua rede.

Fonte: Yahoo