Ministro do Esporte diz que 2011 será o "ano-chave"

Orlando Silva culpou os Estados e Municípios pelo atraso na prestação de contas de gastos.



Orlando Silva, ministro do Esporte no governo Lula e que foi mantido no cargo por Dilma Rousseff, afirmou que o ano de 2011 será ?chave? para a preparação do Brasil para sediar a Copa. Ao jornal Folha de S.Paulo, o ministro comentou sobre o atraso das obras.

- A hora da verdade é agora. 2011 é o ano-chave. Em 2009, a Fifa decidiu as cidades-sedes. Em 2010, foi a assinatura de contratos. O aeroporto é a novela que você conhece, com um plano de investimento, e espero que a Infraero cumpra os prazos.

Orlando Silva culpou os Estados e Municípios pelo atraso na alimentação dos dados referentes às obras para a Copa do Mundo. O governo federal criou um portal para divulgar os gastos com a Copa-2104 e permitir que o cidadão fiscalize o uso do dinheiro público.

O ministro do Esporte comentou também sobre o possível estouro no orçamento previsto com o Mundial.

- Determinamos um teto de financiamento de R$ 400 milhões. Há estádios que custam mais porque têm mais lugares ou desenho arquitetônico de X, Y ou Z. É uma opção dos gestores, e recomendamos a capacidade mínima para evitar elefante branco. O dinheiro da União tem um teto. Se alguém crescer o valor, é um problema local.

Fonte: R7, www.r7.com