Morre atleta paraolímpico após um acidente de ônibus

Morre atleta paraolímpico após um acidente de ônibus

Natural de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Sandro havia acabado de competir com a equipe de Ipatinga

Medalha de bronze no Mundial Paraolímpico de Atletismo de 1998, Sandro Alex Cruz Santos, 33 anos, morreu no último sábado. O atleta foi vítima de um acidente de ônibus em Minas Gerais.

Natural de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Sandro havia acabado de competir com a equipe de Ipatinga nos Jogos do Interior de Minas Gerais (Jimi), que foram realizados em Montes Claros. No retorno, o ônibus em que viaja a delegação bateu na proteção de uma ponte e caiu no Rio Araçuaí, próximo ao município de Carbonita, no Vale do Jequitinhonha. No acidente, 11 pessoas morreram e 23 ficaram feridas.

"Este é um dia muito triste para o Esporte Paraolímpico Brasileiro. Eu conheci o Sandro em 1998, quando fomos juntos ao Campeonato Mundial de Atletismo, na Inglaterra, no qual ele conquistou a medalha de bronze. Era uma ótima pessoa e um grande atleta. Desejamos aos seus familiares a força para seguir em frente neste momento tão difícil", disse o presidente do CPB, Andrew Parsons.

Sandro, que ficou conhecido na delegação brasileira como Forrest Gump, pela sua performance nos 400m, foi um dos 65 atletas que defenderam o Brasil nas Paraolimpíadas de Sydney, em 2000, em que conquistou o oitavo lugar nos 400m T20.

Fonte: Terra, www.terra.com.br