Morre em Londrina, De Sordi, o ex-lateral-direito da Seleção Brasileira

Morre em Londrina, De Sordi, o ex-lateral-direito da Seleção Brasileira

De Sordi estava internado há 15 dias na Santa Casa de Bandeirantes, no Paraná

Faleceu no último sábado (24), aos 82 anos, o ex-lateral-direito De Sordi, que atuou pelo São Paulo entre as décadas de 50 e 60, e também na Seleção Brasileira de 1958, tendo ficado ausente apenas da última partida, a decisiva, diante da Suécia, quando o time brasileiro sagrou-se campeão mundial pela primeira vez, por conta de uma contusão.

De Sordi sofria de Mal de Parkinson, e estava internado há 15 dias na Santa Casa de Bandeirantes, no Paraná, sendo depois transferido para Londrina, onde faleceu, em decorrência de múltipla falência dos órgãos.

Foi Djalma Santos, falecido no último 23 de julho, o substituto de De Sordi na final da Copa de 58, na Suécia.

De Sordi deixa esposa (Celina), três filhos, netos e bisnetos.

Fonte: UOL