Com gol e entrevistas, Neymar sai na frente de Messi no Japão

Com gol e entrevistas, Neymar sai na frente de Messi no Japão

Messi e Neymar serão os principais protagonistas da final deste domingo

Na disputa particular entre os dois talvez mais habilidosos jogadores do Mundial de Clubes, Neymar tem levado vantagem sobre Messi. O brasileiro foi autor do primeiro gol do Santos na vitória por 3 a 1 sobre o Kashiwa Reysol, enquanto o argentino do Barcelona passou em branco durante os 4 a 0 em cima do Al-Sadd. Fora de campo, o atacante santista igualmente se sobressaiu por não ter se escondido diante da imprensa internacional.

Neymar foi o primeiro jogador do Santos, ao lado de Elano e também do técnico Muricy Ramalho, a conceder entrevista coletiva no Japão, causando boa impressão nos jornalistas estrangeiros. Neste sabado, ele voltou a responder perguntas juntamente com o comandante, antes do treinamento de véspera da final contra o Barcelona, no Estádio Internacional de Yokohama.

Já Messi não quis falar até o momento. Maior jogador do mundo na atualidade, o argentino é tímido por natureza e fica constrangido diante de câmeras e microfones. De acordo com jornalistas espanhois que fazem a cobertura do Mundial, o jogador, que não passou pela zona de entrevistas depois do triunfo na estreia, concedeu poucas coletivas nesta temporada do Campeonato Espanhol.

Se o departamento de comunicação do clube azul-grená tem adotado estratégia para tirar Messi do centro do assédio, a exibição publica de Neymar se tornou motivo para a criação de uma área especifica sobre o tema no Santos já em 2010. Como explica Armênio Neto, gerente de marketing do clube brasileiro.

"Desde agosto do ano passado, temos uma área de gestão de carreira, uma equipe dedicada exclusivamente a isso. O Neymar é um fenomeno fora da curva e foi o primeiro cliente dessa área, vamos dizer assim. Ele tem se preparado, fazendo trabalho de media training (treinamento de mídia) intenso, aulas de fonoaudiologia e de idioma. Conseguimos recuperar sua imagem depois do problema que ele teve com o Dorival (Júnior, técnico com quem discutiu publicamente durante um jogo)", diz o diretor.

Além da ajuda do Santos, Neymar tem respaldo publicitário da 9ine, agência do ex-jogador Ronaldo. Ao contrário de Messi, que cada vez mais busca fugir das lentes, o brasileiro de 19 anos - com valor de mercado de 50 milhões de euros, segundo estudo divulgado nesta semana pela consultoria Pluri - foi preparado para olhar diretamente nelas. No Japão, os ensinamentos tem surtido efeito.

A cada atividade da equipe, o atacante é retratado de uma maneira diferente, seja com gorro próprio para mostrar seu cabelo moicano ou enrolando o cachecol ao rosto para se transformar em ninja. "Isso é dele mesmo, que é um gozador full-time", argumenta Armênio

Fonte: Terra, www.terra.com.br