Muricy diz que treinadores estrangeiros prejudicaram o São Paulo

Clube paulista vive crise no Brasileirão

Na 12ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o São Paulo está a quatro pontos da zona de rebaixamento e os últimos jogos da equipe somados à pressão da torcida, deixam o clube preocupado. Para o ex-treinador do time, Muricy Ramalho, dois são os culpados pela atual crise no Morumbi.

Muricy Ramalho colocou em Edgardo Bauza e Juan Carlos Osório a culpa pela fase ruim do São Paulo. A saída de Paulo Henrique Ganso também é apontada como fator que complicou o time dentro de campo.

"O São Paulo está nessa situação pela troca de treinadores, não pelo clube. Os estrangeiros saíram e prejudicaram demais. Não é problema da diretoria, é dos técnicos. O planejamento foi feito lá trás", disse Muricy em entrevista ao jornalAgora.

"Desde o Osório, que foi para o México. O Bauza não tinha nada a ver com o Osório, a maneira de trabalhar era totalmente outra. Ele teve desempenho razoável, apesar de o desempenho não ter sido bom, ele conhecia o elenco. Depois vem outro treinador. Isso para jogador não funciona. Complicou muito", comentou.

Muricy Ramalho também lamenta a saída de Paulo Henrique Ganso, que foi para o Sevilla. "Você perde o seu principal jogador, que ditava o ritmo do time. Hoje é muito difícil um jogador como o Ganso. Não tem no mercado. O Cueva é mais atacante. Ganso está fazendo muita falta", explicou.

O São Paulo não vence há três jogos no Brasileirão e soma 28 pontos, quatro a mais que o Internacional, primeiro clube da zona de rebaixamento. O próximo adversário é o líder do campeonato, o Palmeiras, na quarta, dia 7, no Allianz Parque. 


Muricy Ramalho (Crédito: Reprodução)
Muricy Ramalho (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Uol