Muricy faz planos para se aposentar no Santos e diz ser barato

Muricy faz planos para se aposentar no Santos e diz ser barato

O salário do treinador gira em torno de R$ 600 mil mensais

Muricy Ramalho é sem dúvidas um dos treinadores mais respeitados e vitoriosos do futebol brasileiro na atualidade. O seu alto salário, que gira em torno de R$ 600 mil mensais, como treinador do Santos é reflexo disso. Mesmo com a postura de muitos em criticar duramente os altos gastos e investimentos que são feitos no futebol, Muricy rebate: "eu sou barato".

Em entrevista ao jornal Lance!, o treinador da equipe praiana justificou a sua afirmação com o exemplo do zagueiro Breno, na época em que ainda era treinador do São Paulo: "Tinha um jogador [Breno] que valia R$ 0 quando tinha 17 anos, mas eu o coloquei para jogar, e tem que ter coragem para isso. Depois de seis meses, ele foi vendido por U$ 19 milhões. Então eu estou barato".

Além deste caso em especial, ele também explica que gasta muito pouco com contratações nos times que dirige e que consegue valorizar a equipe e os jogadores. "Se eu fosse viver só de porcentagem, já estaria muito rico", afirmou. O treinador também defendeu os altos salários de jogadores: "Tem que ver por que ganha isso, por que todo mundo quer contratar o cara...".

A aposentadoria

Muricy já passou por inúmeras situações adversas na carreira, e ele não esconde que a aposentadoria já é algo que passa pela sua cabeça. Mais do que isso, o treinador revelou que gostaria de terminar sua carreira no próprio Santos: "Quero ficar aqui, não quero sair. Achei o lugar que gosto", falou.

Ele também não escondeu as intenções de diretoria em permanecer contando com o seu trabalho: "Eles querem fazer um projeto de aposentadoria e acho que vou aceitar esse projeto, acho que vou me aposentar aqui", decretou. Só que ao ser perguntado sobre o a data que pretende parar de trabalhar no futebol, Muricy acabou se esquivando: "Quando não estiver mais feliz".

Fonte: UOL