Na estreia do técnico Luxemburgo, Flu busca recuperação contra o Cruzeiro

Time vem de cinco derrotas seguidas, está na zona de rebaixamento e aposta na chegada do novo comandante para superar o líder do Brasileiro

Cinco derrotas, entrada na zona de rebaixamento e uma torcida insatisfeita. Todos esses ingredientes misturados fizeram a diretoria do Fluminense optar pela demissão do técnico Abel Braga na segunda-feira. Um dia depois, Vanderlei Luxemburgo assumiu, arregaçou as mangas, comandou treino e vai para beira do campo nesta quarta, no Maracanã, às 19h30m (horário de Brasília). Do outro lado vai encontrar um problemão. Na sua estreia, terá pela frente o líder do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro.



Não é só a 17ª posição, com nove pontos, que deve preocupar o técnico. Laterais-direitos, ao menos os de origem, estão escassos. Bruno e Wellington Silva estão machucados. Jean fará o papel. E logo no primeiro dia Luxa se deparou com um Rhayner com problema na panturrilha. Em compensação, um aliado de peso volta de suspensão: Fred. Apesar da rejeição por parte da torcida e, inclusive, de pessoas dentro do clube, o novo comandante tem o apoio do centroavante.

O momento no Cruzeiro é outro. Nada de crise, só alegria. Também pudera: o time assumiu a liderança após carimbar a faixa do título da Libertadores do Atlético-MG com uma goleada por 4 a 1. A fase do ataque é tão boa, que nenhum rival supera os 22 gols marcados até então. Sem falar na segunda defesa menos vazada. Apesar disso tudo, os mineiros chegam ao Rio de Janeiro com o pé atrás. Tanto o técnico Marcelo Oliveira quanto os jogadores adotam cautela com a crise tricolor e se preveniram em relação ao fator motivacional com a mudança de treinador.

Fonte: GloboEsporte