Na prisão por assassinato da namorada, Oscar Pistorius recebe prêmio de "atleta do ano"

Na prisão por assassinato da namorada, Oscar Pistorius recebe prêmio de "atleta do ano"

Reconhecimento de clube sul-africano é dado enquanto atleta paralímpico está preso.

Oscar Pistorius segue sob custódia da Justiça, sendo o único suspeito do assassinato da namorada Reeva Steemkamp, na semana passada. Mas, mesmo diante da tragédia, ele ainda é lembrado por seus feitos como atleta. O multicampeão paralímpico foi nomeado, durante sua estadia na prisão, o ""atleta masculino do ano de 2012"" pelo clube ""Athletics Gauteng North"", na África do Sul. O prêmio feminino foi para a sul-africana Caster Semenya.

Em sua página oficial no Facebook, o clube organizador do prêmio enviou uma mensagem de apoio aos familiares de Reeva Steenkamp e de Oscar Pistorius.

O homicídio de Reeva aconteceu na madrugada de quinta-feira, na mansão de Oscar Pistorius. Segundo a polícia local, apenas o casal estava na casa na hora do crime e não havia qualquer sinal de arrombamento. Segundo informações de uma fonte da polícia, não confirmada oficialmente, Reeva foi morta na porta do banheiro com quatro tiros. O jornal ?Beeld? relatou nesta sexta que a polícia havia sido chamada para a casa de Pistorius duas horas antes dos disparos, por vizinhos que ouviram o casal discutindo. A polícia foi chamada novamente quando os vizinhos ouviram os disparos. O atleta já foi submetido a um exame de sangue para identificar se ele estava alcoolizado ou sob efeito de alguma droga na hora do crime.

Tratamento diferenciado

Segundo um dos responsáveis pela defesa do medalhista paralímpico, os horários determinados de visita não estão sendo respeitados na delegacia de Pretória. Em entrevista ao jornal ""Times Live"", o advogado Kenny Oldwage confirmou o benefício.

Acidente em restaurante

Oscar Pistorius por pouco não causou um acidente com arma de fogo anteriormente. Segundo a imprensa sul-africana, o medalhista paralímpico estava, há menos de um

mês, mexendo em uma arma de um amigo em um restaurante de Joanesburgo,

quando a pistola disparou acidentalmente.

- Eu levei um susto porque a bala acertou o chão a centímetros perto

do meu pé - disse Kevin Lerena, amigo de Pistorius, que classificou o

incidente como um acidente.

Mãe de Reeva espera por respostas

A mãe de Reeva Steenkamp, June, ainda está em estado de choque com a perda precoce e inesperada da filha. Em entrevista ao jornal ""The Times"", ela expressou sua dor e afirmou que, agora, a única coisa que espera é obter respostas que expliquem o crime que resultou na morte da modelo.

- Ela tinha tanta coisa para nos dar e, do nada, se foi. Em um piscar de olhos, a pessoa mais linda que já viveu não está mais aqui. Tudo que temos agora é essa horrível morte para lidar. Tudo que queremos são respostas. Respostas sobre o motivo que levou isso a acontecer. Por que nossa bela filha teve que morrer assim - disse, profundamente emocionada.


Na prisão por assassinato da namorada, Oscar Pistorius recebe prêmio de

Fonte: Globo Esporte