Nadadora chora e pede desculpas por comentário homofóbico

Nadadora chora e pede desculpas por comentário homofóbico



A nadadora australiana Stephanie Rice, tricampeã olímpica, chorou nesta quarta-feira em entrevista coletiva realizada na cidade de Sydney. A atleta, 22 anos, convocou a imprensa para se desculpar por comentários homofóbicos feitos em seu Twitter durante partida de rúgbi entre Austrália e África do Sul.

Ao longo do confronto do último sábado, válido pelo Torneio das Três Nações, Rice "tuitou" na rede um incentivo questionável aos Wallabies, time australiano da modalidade. "Suck on that faggots" (algo como "esses v... não valem nada"), disparou Rice, medalha de ouro em três provas na Olimpíada de Pequim, em 2008.

A nadadora posteriormente apagou o comentário. Nesta quarta-feira, em pronunciamento público, ela chorou duas vezes e tentou se explicar a respeito da postagem.

"Devo desculpas a todos que ofendi com o que disse publicamente. Sinto muito. Ofender as pessoas, independente do que sejam, não é o que sou. Não sou uma pessoa que julga os outros ou que fala algo que possa magoá-las. Meus comentários foram impensados e irresponsáveis, mas posso assegurar a vocês que, quando fiz aqueles comentários no Twitter, não pretendi ofender ninguém", pronunciou-se a nadadora.

O escorregão custou a Stephanie Rice o patrocínio oferecido a ela pela Jaguar. Apesar da baixa da montadora, a atleta manteve o apoio de outras empresas com as quais segue contrato.

O comentário enfureceu a comunidade homossexual internacional. O caso foi parar em vários sites defensores da causa. Ian Roberts, ex-jogador de rúgbi da própria seleção da Austrália e assumidamente gay, classificou a nadadora como "idiota".

Fonte: Terra