Não vou pedir favor para continuar na F-1, diz Barrichello

"Se alguém quiser que eu trabalhe, aí vamos decididir", disse ele.

O piloto brasileiro Rubens Barrichello, 39, diz não está desesperado atrás de uma equipe para continuar correndo na próxima temporada, quando completaria 20 anos de F-1. Ele, cujo contrato com a Williams termina agora e que ainda não recebeu nenhuma garantia de que será prorrogado, procurou a Renault há alguns meses para saber se a escuderia teria interesse nele.



"Sobre futuro... O certo é que venho fazendo isso há muito tempo e que me sinto bem. Não é algo que estou me perguntando... Se alguém quiser que eu trabalhe, aí vamos decididir", disse ele na primeira entrevista coletiva do GP Brasil, no final da manhã desta quinta-feira. "Mas não vou pedir favor a ninguém para correr", completou.

Apesar de resposta inicialmente positiva, o contato esfriou nas últimas semanas.

"O que sei é que é muita emoção correr em Interlagos. Conheço cada curva, cada trecho. Meu sonho é terminar na melhor posição possível. Ter esperança", completou.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br