Nas oitavas, Corinthians encara "fase do terror" na Libertadores

Três das últimas quatro eliminações no torneio foram nas oitavas.

Depois de bater o Nacional (PAR) em Ciudad del Este por 3 a 1, na última quarta-feira, e se garantir na próxima fase da Copa Santander Libertadores de 2012, o Corinthians de Tite terá de superar o maior "terror" do clube nas últimas participações no torneio: as oitavas de final.

Das quatro eliminações recentes, três delas ocorreram nas oitavas. Em 2010, com Mano Menezes, Ronaldo, Roberto Carlos e cia., a equipe terminou a primeira fase da Libertadores como o melhor classificado. Então, teve pela frente o Flamengo de Adriano. No Maracanã, vitória Rubro-Negra por 1 a 0, com gol de pênalti do Imperador. Na volta, no Pacaembu, o Timão abriu 2 a 0 em 45 minutos arrasadores, com gol contra de David Braz e outro de Ronaldo. No segundo tempo, levou um gol de Vágner Love e, mesmo com a vitória por 2 a 1, acabou eliminado pelo critério do gol marcado fora de casa.

Em 2006, a competição sul-americana acabou com derrota trágica no Pacaembu para o River Plate (ARG), por 3 a 1 - o jogo de ida, no Monumental de Núñez, havia sido 3 a 2. O Timão, que tinha Tevez, Nilmar, Ricardinho e Carlos Alberto, levou a virada em casa, em jogo que começou a desabar com um gol contra do lateral-direito Coelho. Com a derrota, a Fiel Torcida derrubou alambrado, invadiu o gramado e entrou em confronto com alguns policiais militares.


Nas oitavas, Corinthians encara

Em 2003, a eliminação também havia sido para o River Plate, na mesma fase. Foram duas derrotas por 2 a 1, no Monumental de Nuñez e no Morumbi. O jogo na capital paulista, cujo público foi de 66.666 pagantes, ficou marcado pela expulsão do lateral-esquerdo Roger, que deu uma entrada violenta em D"Alessandro depois de gritos de "Pega, pega, pega" do então técnico Geninho.

O Corinthians também terá a missão de encerrar um longo jejum na Libertadores. A última vitória do clube em mata-mata na competição foi no dia 23 de maio de 2000. Nas quartas de final, o Timão bateu o Atlético-MG por 2 a 1 no Morumbi, com gols de Edilson e Ricardinho, e avançou à semifinal. Depois, acabaria eliminado para o rival Palmeiras na disputa por pênaltis.

Fonte: Lancepress!